Canadense pede reembolso de R$ 3,2 milhões a seguradora por F40

Conserto da Ferrari clássica ficou mais caro que o esperado e seguradora recusa pagamento; ação está na justiça

seguradora
Ferrari F40 teve reembolso negado Foto: Darin Schnabel/RM Auctions

O proprietário de uma Ferrari F40 está processando uma seguradora canadense. A empresa não quer cobrir a totalidade dos reparos de seu amado superesportivo clássico. Em 2012, o dono concordou em pagar US$ 790 mil (mais de R$ 2,5 milhões) no conserto da F40 após ter batido com o carro num poste.

No entanto, a conta total fechou em US$ 982 mil (R$ 3,2 milhões). O carro foi consertado, mas o proprietário acusa a seguradora ICBC de não querer reembolsá-lo com o valor correto.

Justiça

A Suprema Corte canadense rejeitou as alegações de que o proprietário agiu de má fé no conserto da F40. O dono do carro diz ainda que as ações da seguradora o impediram de comprar outros carros clássicos de coleção em condições vantajosas. A empresa diz que o homem quer compensação maior do que a coberta pela apólice.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas