Citroën C-Aircross adianta formas de novo SUV francês

Modelo exposto no Salão de Genebra é estudo de design para futura gama de utilitários compactos da marca


Citroën C-Aircross

A Citroën levou para o Salão de Genebra um conceito de utilitário compacto feito sobre o novo C3, o C-Aircross. Muito parecido com o hatch do qual deriva, o modelo tem visual robusto e semelhanças com o bem sucedido C4 Cactus, mas mantendo as dimensões enxutas.

No Brasil, ele pode substituir o Aircross, versão aventureira do finado C3 Picasso. O sucesso do modelo no País fez, inclusive, a Citroën brasileira tirar a variante sem adereços aventureiros do mercado. O conceito também pode adiantar como será o visual da nova geração da própria C3 Picasso, em desenvolvimento na Europa. Já se sabe que ele deverá abandonar o jeitão familiar e assumir uma roupagem mais utilitária. O mesmo ocorreu com a Opel Meriva, que foi substituída pelo novo Crossland X, um utilitário compacto que deve compartilhar plataforma com o futuro modelo da Citroën.

O conceito tem soluções de design como o uso de câmeras no lugar dos retrovisores externos, já permitidos no Japão, e portas do tipo suicida, que abrem em direções opostas sem deixar pilar central. Os vidros também não têm moldura e a coluna traseira é larga, com apliques laranja (cor que também está no rack de teto e em detalhes da carroceria.

Por dentro, a mesma abordagem simplista dos Citroën mais recentes, mas com uma grande tela central que comanda sistema multimídia, ar-condicionado e outros sistemas do carro. O câmbio é operado por um botão giratório e há um grande head-up display à frente do motorista.

Por enquanto, a marca não fala sobre a motorização possível para o C-Aircross. No entanto, a marca confirma que o utilitário poderá ter o sistema Grip Control, que ajusta os parâmetros de funcionamento do controle de estabilidade.


Notícias relacionadas