A evolução dos SUVs: do Suburban ao Urus

No início, os SUVs eram veículos com aptidão para encarar terrenos ruins, mas que mesmo assim ofereciam algum conforto aos ocupantes. Hoje, passam dos 300 km/h. Confira como foi a evolução dos SUVs

Chevrolet Suburban Carryall
O Chevrolet Suburban Carryall, de 1936, é considerado o primeiro SUV da história. Foto: Chevrolet

Na primeira metade do século passado, alguém teve a ideia de criar um veículo que proporcionasse algum conforto mesmo quando estivesse circulando por caminhos ruins. Esse tipo de automóvel deveria mesclar a valentia dos carros fora de estrada com o interior um pouco menos rústico. O objetivo era acomodar não somente trabalhadores no campo ou soldados na guerra, mas também famílias por caminhos ruins.

Cada “lado” do mundo tem seus representantes. Do lado ocidental, o elegante Chevrolet Suburban Carryall, de 1936, é tido como o precursor dos SUVs. Do lado oriental, o indicado é o russo Pobeda (que significa “vitória”), de 1946.

No Brasil, o Willys Rural é considerado o “pai” dos SUVs. O modelo teve origem no Willys Jeep Station Wagon, produzido nos Estados Unidos de 1946 a 1965. A receita era unir a capacidade off-road do Jeep ao conforto de uma perua. Por esse motivo, o modelo passou a ser conhecido como “a Rural”, no feminino.

O Rural passou a ser produzido aqui em 1958, pela Willys Overland. Mais tarde, em 1970, continuou a ser montado pela Ford, que havia adquirido a Willys três anos antes. O modelo permaneceu em linha até 1977.

Veículos robustos por baixo (na maioria da vezes com tração 4×4) e com relativo conforto interno invariavelmente resultaram em automóveis caros, e restritos a poucos compradores.

A Ford, no entanto, deu o pulo do gato em 2003, com o lançamento do EcoSport. Desenvolvido sobre a plataforma do Fiesta, o EcoSport apresentava aspecto aventureiro e posição elevada ao volante, por um preço acessível. Era tudo o que o público queria. Foi sucesso instantâneo de público. A concorrência em um primeiro momento atacou veladamente o modelo, mas na sequência correu para desenvolver concorrentes. O primeiro oponente mais sério, no entanto, viria somente na década seguinte, com o Renault Duster. Depois vieram Jeep Renegade, Honda HR-V, Hyundai Creta, etc.

E mesmo as marcas que aparentemente nunca iriam enveredar por esse caminho não resistiram à moda (e aos altos lucros). A Porsche (a Porsche!) lançou o Cayenne em 2002 e não parou mais de ganhar dinheiro. Foi para o barro com seu modelo e tirou a empresa da lama.

A luxuosa Bentley fez o mesmo recentemente com o Bentayga, e a Alfa Romeo (!!) lançou o Stelvio, também para tentar sair de seu permanente estado de penúria.

E onde isso vai parar? Bem, a Lamborghini acaba de mostrar o Urus, que ela classifica como “super SUV”, um monstro com motor 4.0 V8 biturbo de 660 cv, capaz de chegar a 100 km/h em 3,6 segundos, 0 a 200 km/h em 12,8 segundos e a 305 km/h de máxima.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas