Ford pode ter usado software ilegal em motor a diesel do Mondeo

Sedã está sendo investigado por suspeita de fraude na emissão de poluentes

Possível fraude Juiz manda investigar Ford por possível fraude no Mondeo

O ministro dos transportes alemão ordenou uma investigação às autoridades para o Ford Mondeo. A alegação é que o veículo tenha sido equipado com software ilegal para medição da emissão de poluentes. Trata-se da versão 2.0 a diesel, de acordo com a publicação AutoNews.

Alguns testes já estão sendo conduzidos em cooperação com a Ford, apesar o fabricante alegar que seus sistemas que medem o quão poluente um veículo é esteja dentro dos padrões de normalidade. A autoridade alemã também tem investigado os modelos Focus e C-Max, mas nada foi encontrado até o momento. Não só a Ford, como a BMW, Daimler, FCA e Opel também estão na mira.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas