Os SUVs e seus descendentes

Modelos derivados de carros compactos desafiam as definições de SUV e criam mercado promissor para fabricantes

suv
Ford Ka Freestyle é mais recente representante dos SUVs compactos no Brasil Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A polêmica envolvendo o conceito de SUV não é nova. O próprio conceito é flexível, o que acaba permitindo que vários carros diferentes acabem sendo encaixados na categoria. Por isso, acaba causando estranheza o fato de que certos modelos possam ser descritos como utilitários-esportivos.

Em 2017, a Honda reacendeu a discussão ao chamar o WR-V de SUV, embora o modelo seja derivado do Fit e com aptidão limitada no fora de estrada. Depois, a Renault ousou ao se referir ao pequeno Kwid como “SUV dos compactos”, já que ele cumpre requisitos como ângulos de entrada e saída e altura do solo exigidos pelo Inmetro para ser chamado de SUV.

Agora foi a vez da Ford mostrar o Ka Freestyle, surfando na mesma onda. O modelo é chamado pela marca de “novo SUV global”, ainda que, curiosamente, se pareça muito com um Ka normal, a despeito dos adereços estéticos que remetem a um jipinho.

Mesmo sem ter as especificações técnicas reveladas, o Ka já se apropriou de um sobrenome conhecido da linha EcoSport (um SUV compacto “de verdade”) para emular uma aura off-road.

Tendência

SUV de verdade ou não, esses modelos são uma tendência. Mais baratos do que os SUVs como conhecemos até então, eles trazem para segmentos menores ao menos a sensação de se estar num utilitário, mesmo que seja para apenas ir ao shopping.

Veja mais: Os SUVs mais vendidos de 2017


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas