Porsche é acionada por morte de Paul Walker

Viúva do amigo de Walker que dirigia o Carrera GT processa a Porsche por falhas de construção


Carreta GT no momento do acidente

A morte do ator Paul Walker, dos filmes “Velozes e Furiosos”, e de seu amigo e piloto Roger Rodas, que estava dirigindo o carro no momento do acidente, ganhou os noticiários novamente hoje (13). A viúva de Rodas, Kristine, está culpando a Porsche pelo acidente e processou a marca. A informação vem do site TMZ.

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook
++ Miniaturas são estrelas de fotógrafa suíça

Um laudo anexado ao processo por Kristine Rodas diz que o Porsche Carrera GT tinha problemas mecânicos e uma falha de projeto que causou a morte do ator e seu marido em novembro de 2013. Segundo a viúva, a suspensão estava corrompida e isso causou a perda de controle do veículo.

Ainda no processo, a viúva afirma que, entre as falhas de projeto do Carrera GT, está a falta de um tanque de combustível de competição (que impediria que o carro explodisse, como aconteceu) e de uma gaiola de proteção que evitasse a destruição completa da carroceria.

Kristine Rodas ainda diz que seu marido não estava correndo no momento do acidente, com o carro em velocidade de 88 km/h, informação que não condiz com a perícia, que relatou que o Porsche estava a 149 km/h no momento do acidente.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas