Chevrolet Camaro faz 50 anos em plena forma

O esportivo, típico ?muscle car? americano, completa amanhã cinco décadas bem vividas


Primeiro Chevrolet Camaro

A resposta da Chevrolet ao sucesso do Mustang (lançado em 1964) demorou dois anos. Mas, quando o Camaro chegou às concessionárias, no dia 29 de setembro de 1966, ficou claro que o “muscle car” da Ford acabava de ganhar um concorrente de peso, que amanhã completará 50 anos bem vividos.

O Chevrolet foi o carro certo no momento certo. Nos anos 60, com a gasolina farta e barata nos Estados Unidos, saciar motores V8 não era problema.

Na época do florescimento dos “muscle cars” e das corridas de arrancada, o Camaro foi um sucesso: somou 220 mil vendas no primeiro ano. Já em 1967, chegava a série Z28, sua versão de alto desempenho.

A longevidade da primeira geração do Camaro foi efêmera. Em 1970, a Chevrolet apresentou a segunda, que seria a mais duradoura do modelo e permaneceria em linha até 1981. O modelo ganhou estrutura inteiramente nova e ficou ligeiramente mais largo e baixo, o que melhorou bastante a sua dirigibilidade.

Mas os ventos mudaram rapidamente e uma piora na economia dos EUA resultou em diminuição da potência e desempenho, mesmo no caso do Z28. Outra característica da segunda geração foi a leve influência de um estilo mais europeu.

As vendas eram animadoras. O Camaro alcançou seu recorde em 1979, quando foram registradas 282.571 unidades, incluindo cerca de 85 mil Z28.

A terceira geração, apresentada em 1982, chegou exibindo linhas retas e quinas vivas, um rompimento completo com o desenho anterior. Pela primeira vez, um veículo norte-americano trazia soluções aerodinâmicas para aumentar o efeito solo (e melhorar a estabilidade em altas velocidades), isso no caso do Z28.

A quarta geração (de 1993 a 2002) trouxe linhas mais suaves e melhor desempenho. O para-brisa inclinado reforçou a sensação de esportividade.

Após uma interrupção de produção que durou oito anos, a quinta geração foi lançada apenas em 2010, como releitura do Camaro original. Esse modelo fez muito sucesso no Brasil. Agora, a saga continua, com a sexta geração, que estreia no País em novembro, durante o Salão do Automóvel.

SEGUNDA GERAÇÃO


Foi a mais duradoura de todas as gerações do carro. Permaneceu em linha de 1970 a 1981. Em 1979, o modelo bateu recorde de vendas, com 282.571 unidades. Dessas, 85 mil eram da série Z28, como o esportivo da foto acima.

TERCEIRA GERAÇÃO


Teve longa duração, foi feita entre 1982 e 1992 (caso do RS Coupé da foto) e tinha linhas retas e cantos vivos. Em 1982, o Z28 foi o primeiro norte-americano com soluções aerodinâmicas pensadas para se beneficiar do efeito solo.

QUARTA GERAÇÃO


Para-brisa inclinado realçou a esportividade do modelo, que foi fabricado de 1993 até 2002 (caso do Camaro da foto, da versão SS). Depois desse ano, a produção foi interrompida e só voltaria em 2010, com a quinta geração.

SEXTA GERAÇÃO


O novo Camaro está sendo anunciado como o de melhor desempenho da história. A versão ZL1 vem com motor 6.2 V8 de cerca de 640 cv, e trabalha em conjunto com uma nova caixa automática de nada menos que dez marchas.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas