Nissan abre as portas do seu acervo de carros antigos

Acervo em galpão ao lado da fábrica da empresa reúne cerca de 400 exemplares, como protótipos e carros de corrida

nissan
Nissan R91CP Racecar que venceu as 24 Horas de Daytona em 1992 CRÉDITO: TIÃO OLIVEIRA/ESTADÃO

A Nissan guarda um verdadeiro tesouro em sua fábrica localizada em Zama, no Japão. Cerca de 400 veículos, entre protótipos, modelos feitos em série, comerciais e carros de competição fazem parte da coleção guardada em um armazém.

Do acervo fazem parte veículos das marcas Datsun, Infiniti e Austin, além da própria Nissan. O mais antigo é um Datsun 12 Phaeton, que contrasta com o moderno GT-R da edição que celebra a parceria entre a companhia japonesa e o velocista jamaicano Usain Bolt.

Confira alguns dos destaques da coleção da companhia, cuja visitação é aberta ao público:

O NOME DATSUN

Entre as curiosidades, a coleção mostra que a companhia teve início com a Datsun, marca formada pelas primeiras letras dos sobrenomes dos três investidores originais: Kenjiro Den (D), Rokuro Aoyama (A) e Meitaro Takeuchi (T). O primeiro modelo da empresa foi batizado de Datson (filho de DAT), mas como a pronúncia de son é muito parecida com a da palavra japonesa para “perda”, o nome foi alterado para Datsun.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas