Mercado de motos cresce em janeiro

Alta de 13,9% foi a maior para o mês desde 2014, segundo dados do Renavam

Crédito: HONDA

As vendas de motos em janeiro tiveram alta de 13,9% em comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 76.993 unidades emplacadas contra 67.596 de janeiro de 2017, segundo dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Esta é a maior alta registrada para o mês desde 2014.

Com relação a dezembro, houve redução de 0,6% no volume de vendas. Porém, o último mês de 2017 foi o de melhor resultado do ano, com 77.437 emplacamentos.

No atacado, o setor cresceu 7,2% em janeiro, que teve 71.967 motos comercializadas para as concessionárias. No primeiro mês do ano passado, 67.136 unidades foram vendidas. O avanço foi de 5% sobre dezembro (68.534). Estes dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

A categoria de moto mais comercializada nas concessionárias foi a Street. Com 50,7% de participação no mercado, o segmento teve 36.480 unidades vendidas. Em seguida, aparecem as Trail, com 22,9% (16.469) e as motonetas, com 13,5% (9.731). A Scooter ficou em quarto, com 6,5% (4.696), e a Naked em quinto, com 2,6% (1.898).

Já o volume de produção das fabricantes instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou leve queda de 0,4% em janeiro, com 81.306 unidades, contra 81.646 em igual período de 2017. Contudo, em comparação com dezembro (69.008), a fabricação de veículos aumentou em 17,8%. Para o ano de 2018, a Abraciclo estima que o setor terá crescimento de 5,9% na produção.

 

VEJA TAMBÉM: AS DEZ MOTOS MAIS VENDIDAS DE 2017


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas