Yamaha Fazer 250 fica mais moderna e agressiva

Yamaha Fazer 250 buscou inspiração no visual da MT-03 para ficar maior e moderna e parte de R$ 14.990

Yamaha Fazer 250
Yamaha Fazer 250 Crédito: JF DIORIO/ESTADÃO

A Yamaha fez mudanças importantes em uma de suas motos de maior sucesso, a Fazer 250. A nova geração da street feita em Manaus custa R$ 14.990 e parece uma “mini MT-03”.

É na moto maior, que também é uma street (com motor dois cilindros), que a Fazer buscou inspiração para o visual, agora mais agressivo e esportivo. Entre as semelhanças estão o farol e a lanterna de LEDs e as linhas mais recortadas (com apliques plásticos nas laterais do tanque, para dar um aspecto mais encorpado). Há ainda ponteira de escapamento mais curta e assento bipartido.

O chassi de aço tubular é novo. Segundo informações da fabricante, essa solução aumentou a rigidez torcional. Além disso, ante a geração anterior, a Fazer ficou 4 quilos mais leve.

Na prática, a Fazer 250 continua com bastante agilidade no uso urbano, seu hábitat natural. A adição de um pneu mais largo na traseira poderia ter deixado a moto mais lenta. Mais foi compensada pelo ângulo de cáster mais curto.

Yamaha Fazer 250

Motor

O motor é o mesmo da geração anterior: um monocilíndrico de 249,5 cm3, flexível, que rende até 21,5 cv e 2,1 mkgf. Com duas válvulas, é bom de arrancadas na cidade. Mas, aliado ao câmbio de cinco marchas, “grita” muito quando exigido na estrada.

As suspensões estão mais firmes que as da geração anterior. Isso que gera pancadas secas em buracos e ressaltos, mas deixa a moto mais estável.

Apesar do aspecto mais esportivo da Fazer, a posição de guiar continua confortável para o piloto – com bom “encaixe” das pernas no tanque e pés nas pedaleiras. Como o assento foi bipartido, o garupa tem menos espaço. Os freios a disco têm ABS e estão com funcionamento mais progressivo.

Yamaha Fazer 250


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas