Citroën C3 de leitor está há meses parado à espera de peças

Hatch fluminense sofreu colisão em fevereiro e está desmontado na concessionária enquanto as peças não chegam

Citroën C3
Crédito: Citroën

Após ter sofrido uma colisão, o Citroën C3 da minha filha foi levado à autorizada TGV Francecar. A seguradora fez uma vistoria no dia 9 de fevereiro e outra na semana seguinte e autorizou os reparos. Desde então, o carro está parcialmente desmontado aguardando peças. Até o dia 19 de março, apenas dois terços dos componentes haviam sido entregues. Acionei a central de atendimento da Citroën. Mas ainda não tive nenhum retorno para minha reclamação. Não consigo entender como não há peças para o modelo mais vendido da marca no País, com fabricação nacional. Com sorte, o carro só será devolvido em dois meses e meio.
Jose Eduardo Maso, CAPITAL

Citroën responde: infelizmente, alguns itens necessários para a conclusão do reparo ainda estão pendentes. O leitor recebeu um carro reserva.

O leitor confirma que recebeu um carro reserva. Ele diz que a previsão para devolução do veículo reparado é de três meses. A concessionária em que o carro está deixou de pertencer à rede autorizada da marca, o que atrasou o reparo.

Advogado: em caso de atraso no reparo do veículo segurado por causa de falta de peça, há responsabilidade solidária da montadora e da seguradora, que podem ser acionadas em conjunto ou separadamente pelo consumidor em busca de indenização. Quando não há a concessão de carro reserva, o consumidor também pode pedir o ressarcimento dos gastos que teve com locomoção no período.

Veja as outras reclamações publicadas na coluna Defenda-se desta semana:

RENAULT CAPTUR
Tampa do tanque danificada

Comprei um Captur zero-km e notei que a tampa do tanque de combustível não estava fechando direito. É algo fácil de resolver, com a troca de uma única peça. Deixei o carro na concessionária, mas o item estava em falta e fui orientada a retirá-lo e levá-lo novamente quando o componente chegasse. Mas quando fui reabastecer, a tampa estava travada e o frentista não conseguiu colocar o bico da bomba dentro do bocal. Voltei à autorizada e, para minha surpresa, a Renault negou o reparo em garantia, alegando que o tanque havia sido danificado por um agente externo. Fiquei indignada! Na certa, quando o carro ficou na concessionária alguém mexeu em algo e provocou o travamento da tampa do tanque. Abri um chamado na Renault, mas a marca manteve a posição. O carro está parado na autorizada e, se eu não obtiver o reparo em garantia de forma amigável, irei à Justiça.
Íris Sesso, CAPITAL

Renault responde: o problema não é passível de cobertura pela garantia, pois foi causado por agente externo. A garantia só cobre defeitos de fabricação.

A leitora diz que a Renault reconsiderou o caso e arcou com o custo do reparo.

Advogado: para se esquivar de fazer o reparo em garantia, não basta a alegação de que o defeito foi provocado por agente externo. É preciso que a montadora exiba provas da ocorrência desse fato.

RENAULT CAPTUR
Problemas com a venda especial

A exemplo da leitora Patricia Camargo, que teve sua queixa publicada neste espaço, também estou sendo enrolado pela Renault na compra de um Captur com isenção de impostos. Fiz o pedido no dia 3 de janeiro e a entrega do veículo, prometida para fevereiro, foi adiada para março e abril. Até agora não recebi o carro.
José C. de Melo Reis, CAPITAL

Renault responde: ainda estamos dentro do prazo para atender esse pedido. A compra via venda direta de fábrica requer um prazo para faturamento de até 120 dias, devido aos trâmites específicos previstos na legislação, e também ao fato de o veículo não estar no estoque de uma autorizada, mas sim em processo de fabricação. A unidade do leitor já foi faturada.

O leitor confirma que foi informado pela Renault que o faturamento foi feito. Mas ainda não recebeu o veículo.

Advogado: uma vez descumprido o prazo de entrega prometido pela montadora, por qualquer motivo, o consumidor ganha o direito de cancelar o negócio e ser indenizado pelos gastos com locomoção durante o período do atraso. Mesmo se optar por manter o negócio, ele tem direito ao ressarcimento de quaisquer prejuízos provocados pela demora.

Quer participar? Escreva um texto descrevendo o seu problema de forma resumida e envie-o para o e-mail jcarro@estadao.com, juntamente com RG, CPF, endereço com município e telefones de contato. Se possível, informe também o número de chassi e a placa do veículo.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas