Prática de dirigir com o braço para fora do veículo é ilegal

Guiar com o braço para fora do veículo pode, além de aumentar o risco de acidentes, resultar em multa de R$ 130,16 e quatro pontos na CNH

JF DIORIO/ESTADÃO
JF DIORIO/ESTADÃO

Bastou uma hora circulando pelas ruas de São Paulo para o fotógrafo JF Diório flagrar quase 40 motoristas guiando com o braço para fora do veículo. Além de ser ilegal e passível de multa, essa prática é muito perigosa, pois esses condutores assumiram uma condição inadequada ao volante, o que reduz a capacidade de reação caso seja necessário, por exemplo, fazer uma manobra de emergência, como desviar de um pedestre.

Segundo o diretor da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) Dirceu Rodrigues Alves Junior, em uma situação extrema, como uma colisão lateral, pode haver até mesmo o esmagamento do braço ou uma “amputação traumática”. Em centros urbanos, há também a possibilidade de choque contra motocicletas que circulam entre os veículos.

Alves afirma que esse hábito é frequente principalmente entre fumantes e motoristas profissionais. O especialista diz que, como a tendência é de o corpo ficar envergado para a esquerda, não centralizado no banco, como seria ideal, a longo prazo podem ocorrer problemas na coluna vertebral.

No caso dos fumantes, há também o risco de a brasa do cigarro cair no braço ou colo do motorista, o que pode resultar em acidente. Além disso, o médico alerta para o fato de que guiar com apenas uma das mão é perigoso: “O correto é o motorista dirigir com os braços na posição ‘15 para as 3’ ” (em uma analogia com a posição dos ponteiros do relógio). E continua: “Com um braço só, o condutor fica desprotegido”, afirma. Nesse caso, todas as ações (direção e mudança de marcha, por exemplo) passam a ser feitas com a mão direita.

De acordo com o professor de Psicologia e especialista em Psicologia do Trânsito Fábio de Cristo, entre as explicações para esse comportamento está a intenção de o motorista passar a impressão a outras pessoas de que é habilidoso ao volante.
Para quem não ainda não ficou sensibilizado, é bom lembrar que o bolso também pode sofrer. Segundo o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir com apenas uma das mãos ao volante é infração média, com multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas