Spacefox de leitor apresenta consumo elevado de óleo

Após tentativas frustradas de reparo e a afirmação da VW de que a perua está em condições normais, o carro foi colocado à venda

Crédito: Volkswagen

Tenho uma Volkswagen Spacefox Highline ano 2015 com apenas 26.300 km que apresenta consumo excessivo de óleo do motor. A cada mil km o lubrificante fica abaixo do nível. Já reclamei diversas vezes na autorizada. Fizeram testes, substituíram a válvula termostática em uma das revisões, mas o problema não foi resolvido. Creio que a fabricante está esperando a garantia acabar para escapar de responsabilidades. O problema desse carro é crônico – soube de vários relatos na internet, mas a empresa se mantém indiferente a isso.
Sandro Goulart Moreira, BELO HORIZONTE (BH)

Volkswagen responde: foi realizada a avaliação técnica do veículo, que se encontra em condições normais de uso. O cliente foi informado sobre a conclusão do caso.

Segundo o leitor, o problema continuou mesmo após diversas tentativas de reparo na concessionária. Ele afirma que desistiu do conserto e colocou o carro à venda.

Advogado: a montadora deve respaldar sua informação com a entrega de um laudo técnico ao cliente, atestando que não existe anormalidade no consumo de óleo. Ainda assim, o consumidor pode recorrer à Justiça para conseguir uma prova pericial.

Veja as outras reclamações publicadas na coluna Defenda-se desta semana

BMW M3
Tempo prolongado para troca de peça

O computador de bordo do meu BMW M3 indicou bloqueio do diferencial traseiro quando o carro tinha rodado apenas 600 km. Levei-o à concessionária Autostar Morumbi, que garantiu que dispunha da peça necessária para o reparo. Porém, dois dias antes da data prvista para a entrega, prorrogaram o prazo do reparo, já que, na verdade, o componente viria do exterior e estaria disponível no Brasil até um mês depois do tempo previamente estipulado. Solicitei, por meio do SAC da marca, um veículo reserva durante o período de espera e a agilização do processo. Contudo, não recebi nenhuma posição da fabricante a respeito.
Paulo Sergio Cruz Dortas Matos, CAPITAL

BMW responde: o veículo foi entregue ao cliente em perfeito estado pela concessionária no dia 29 de março.

O leitor confirma que recebeu o carro na data informada, mas critica o atendimento da marca. Ele afirma que a fabricante não ofereceu veículo reserva e que seu carro foi entregue com uma mancha no teto.

Advogado: o consumidor pode procurar o juizado especial para pedir a devolução de gastos com locomoção e outros prejuízos, além de indenização por danos morais por causa do estresse que ele sofreu.

BB SEGURO AUTO
Reembolso baixo ao cancelar seguro

Paguei mais de R$ 2 mil por um seguro de veículo, mas precisei vendê-lo. Recebi reembolso de apenas R$ 35 da BB Seguro Auto após 11 meses de uso da cobertura. O ressarcimento, que deveria ser proporcional ao tempo de contrato, é uma indecência. Além disso, por não renovar o serviço, vou perder o direito ao bônus que eu teria mais à frente quando for segurar um novo carro. Paguei pelo seguro durante 20 anos e nunca precisei usá-lo.
Maria Jose Cristovão de Holanda, BRASÍLIA (DF)

BB Seguros responde: a restituição foi paga à leitora no dia 19 de março, de acordo com as regras descritas nas condições gerais da apólice. A companhia ressalta que o cálculo é feito sob o valor do prêmio líquido, desconta o imposto sobre operações financeiras (IOF). Quanto ao bônus, conforme regra estabelecida pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), após o fim da vigência do contrato e sem renovação em nenhuma seguradora, existe um período preestabelecido para que esse desconto expire.

A leitora afirma que considera a perda do bônus um desestimulo ao bom motorista que evita acidentes com o veículo.

Advogado: a cláusula contratual de perda do bônus por não renovação da apólice após seis meses é abusiva, pois a supressão total desse direito representa prejuízo excessivo para o segurando. A perda deveria ser proporcional ao tempo de interrupção do contrato. Os órgãos de defesa do consumidor e a Susep deveriam tentar, junto às próprias seguradoras, mudar essa regra, para evitar a perda total do bônus em tão pouco tempo.

Quer participar? Escreva um texto descrevendo o seu problema de forma resumida e envie-o para o e-mail jcarro@estadao.com, juntamente com RG, CPF, endereço com município e telefones de contato. Se possível, informe também o número de chassi e a placa do veículo.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas