Blog do HP Hairton Ponciano

O que acontece em Las Vegas não fica mais em Las Vegas

As novidades tecnológicas mostradas na CES, em Las Vegas, estão chamando a atenção do mundo inteiro

BMW Vision iNext
Crédito: Marcas apostam cada vez mais em interiores como área de convivência, como o Vision iNext, da BMW. Foto: BMW/Divulgação

A chave virou. Não, nada disso. Vamos começar de novo: como as chaves estão desaparecendo dos automóveis e precisam “virar” cada vez menos para ligar o motor, digamos que o botão mudou. Num passado muito recente, diante de algum lançamento de automóvel, esperávamos por informações como potência do motor, quantas marchas ele tinha e quantos segundos ele precisava para chegar a 100 km/h. Pois a Consumer Electronic Show, CES, que começou ontem e vai até sexta-feira, dia 11, em Las Vegas, nos EUA, esse tipo de informação não tem mais relevância. Ou tem muito menos do que tinha antes.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

+ Hyundai leva Mobis a Las Vegas 

+ Nissan mostra avatares na CES

Diversas marcas de automóveis invadiram a maior feira de eletrônicos e tecnologia do mundo para exibir suas propostas de automóveis para o futuro. É o caso de BMW, Mercedes-Benz, Audi, Hyundai, Kia, Ford e Nissan. O que acontece em Las Vegas não fica mais em Las Vegas.

Os carros que, entre outras coisas, andam sozinhos, têm motores elétricos, mudam de cor de acordo com o humor do motorista e transformam-se em salas de cinema 4D atraem a audiência de um público muito mais amplo.

O prazer de dirigir e o prazer de não dirigir

Cada vez mais, o prazer de dirigir está perdendo espaço para o prazer de não dirigir, gostemos ou não. Daí os conceitos que investem em ambiente de convivência. Antes o interior do carro era chamado de “cabine”. Agora fala-se em sala de estar.

Nem só de aficionados por automóveis vive a CES. Muito pelo contrário. Quem vai lá quer ver tecnologia. E tecnologia de ponta aparece em produtos caros. É aí que entram os veículos. Pelo alto custo, automóveis normalmente são capazes de absorver os custos de novas tecnologias – que são altos.

E como ficam os carros dos ‘puristas’?

Na segunda-feira, dia 14, começa o Salão de Detroit, na fria Michigan. E os organizadores do mais tradicional salão do EUA devem estar se desdobrando para conseguir sair da sombra do CES. Afinal, cada vez mais as pessoas querem saber o que o carro tem atrás da porta, não debaixo do capô. Um smartphone que ande é muito mais bem-vindo que um V8. Quem será que ganha na disputa entre Detroit e Las Vegas? O clima é de cassino. Façam suas apostas.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos
Alfa Romeo Stelvio
Poluição França
Ford Ranger e Chevrolet S10
Cadillac CTS
BMW X7
abastecimento de combustível