29/06/2014 - 6 minutos de leitura.

Andamos no novo Troller T4

Totalmente renovado, utilitário mantém a sua boa valentia para enfrentar terrenos acidentados

Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.


Novo Troller T4 chega ao País a partir de R$ 110 mil

Quem estiver ao volante do novo T4 certamente desejará encarar aventuras e que os caminhos sejam os piores possíveis. Feito em Horizonte (CE), o Troller (marca que pertence à Ford) chega à linha 2015 mais bonito, potente e refinado, sem perder a vocação off-road. A má notícia é que, quando estiver à venda, em agosto, terá preço entre R$ 110 e R$ 120 mil, alta de até 15% ante o modelo atual.

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook
++ Novo Troller já tem preço definido
++ Troller apresenta nova geração do T4

Com acabamento interno (caprichado) e trem de força emprestados da picape Ranger, o T4 ganhou freios (ABS) que funcionam também na terra. A carroceria continua sendo feita de fibra de vidro, mas o visual está bem mais moderno e encorpado. Embora a distância entre os eixos seja 17,5 cm maior, há pouco espaço para bagagens e os passageiros do banco de trás.

O motor turbodiesel 3.2 de cinco cilindros, que gera 200 cv e 47,9 mkgf – aumento de 35 cv e 9 mkgf, respectivamente -, e o câmbio de seis marchas com engates curtos e ásperos fazem o T4 acelerar forte. Por não ter controles de estabilidade e tração e não ser uma referência em termos de aerodinâmica, o Troller teve a velocidade limitada eletronicamente a 165 km/h. A suspensão, com eixo rígido na dianteira e traseira, foi mantida e recebeu nova calibragem. O jipe pula menos no asfalto, apesar de continuar “duro”.

Na terra, o T4 encara com valentia qualquer obstáculo. Mérito também do aumento de 1º nos ângulos de entrada e transposição, e de 14º no de saída.

Agora, a tração 4×4 pode ser acionada por um botão no console a até 120 km/h. E a maior redução na caixa de transferência, aliada ao novo motor, deu mais força nas reduzidas. O diferencial autobloqueante transfere quase 100% da força disponível no eixo para a roda que estiver tracionando. E a direção, hidráulica, tem bom ajuste, mas o ângulo de giro continua reduzido, dificultando as manobras em locais estreitos.


Fora de estrada não precisa ter air bags – Desde 1º de janeiro, todos os carros vendidos no País têm de vir de série com ABS e air bags. Mas há exceções. Segundo o artigo 4º da resolução 311 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os categorizados como fora de estrada, como o T4, estão livres da obrigação. TAC Stark, Jeep Wrangler e veículos militares são beneficiados pela NBR 13776, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

PRÓS – TREM DE FORÇA – Novos motor e câmbio, além do seletor eletrônico de 4×4 melhoraram o conjunto
CONTRAS – ESPAÇO INTERNO – Embora pareça maior por fora, T4 tem porta-malas mínimo e é apertado para quem vai atrás

FICHA TÉCNICA – Motor: dianteiro, longitudinal, cinco cilindros em linha, 3.198 cm³, diesel; Potência: 200 cv a 3.500 rpm ;Torque: 48 mkgf de 1.700 a 2.500 rpm; Transmissão: manual de seis marchas, tração 4×2 (traseira), 4×4 e 4×4 reduzida; Direção: hidráulica; Suspensão: eixos rígidos com molas helicoidais na dianteira e traseira; Freios: discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS; Rodas: aro 17 com pneus 265/65 R17; Peso: 2.140 kg; Porta-malas: 134 litros Tanque: 62 litros; Dimensões: comprimento 4.095 mm, largura 1.977 mm, altura 1.966 mm, entreeixos 2.585 mm; Especificações fora-de-estrada: ângulo de entrada 51°, ângulo de saída 51°, altura livre do solo 20,8 cm;

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais