Você está lendo...
As picapes médias mais caras do Brasil
Mercado

As picapes médias mais caras do Brasil

Listamos os modelos mais caros à venda no País. Versões de topo de picapes já ultrapassam os R$ 200 mil

Redação

01 de jun, 2019 · 5 minutos de leitura.

picapes
Hilux GR-S é modelo mais caro à venda no País, por R$ 210.390
Crédito:Foto: Werther Santana/Estadão
picapes

As picapes médias estão ficando cada vez mais equipadas, com equipamentos de segurança e conforto. Mas isso tem um preço, e elas também estão cada vez mais caras. Embora existam versões de entrada e intermediárias, mais baratas, as de topo já ultrapassam a barreira dos R$ 200 mil, caso de Toyota Hilux e Volkswagen Amarok.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A Hilux é a mais cara de todas as picapes. A versão com ares esportivos GR-S custa nada menos que R$ 210.390. O pacote de itens é o mesmo da versão SRX, com apelo mais luxoso, e Hilux é muito bem equipada. Há ar-condicionado automático, rodas de 17 polegadas, bancos de couro, câmera de ré e central multimídia com TV digital. A GR-S ainda tem decoração especial com logotipos da Toyota Gazoo Racing espalhados pela cabine e carroceria.


O motor é o conhecido quatro cilindros de 2,8 litros a diesel de 177 cv e 45,9 mkgf usado nas outras versões da picape. O câmbio é sempre automático de seis marchas com opção de trocas manuais pela alavanca.

picapes
Foto: Felipe Rau/Estadão

Em segundo lugar vem a Volkswagen Amarok V6 Extreme, vendida por R$ 205.990. A versão de topo do modelo vem equipada com um belo V6 a diesel de 225 cv sob o capô. A Amarok é a única picape vendida no País com um seis cilindros e câmbio automático de oito marchas.


A versão Extreme tem direito a itens como faróis de xenônio, bancos com ajustes elétricos e enormes rodas de 20 polegadas de série. Há ainda ajuste de altura e profundidade do volante e central multimídia com Android Auto e CarPlay.

picapes
Felipe Rau/Estadão

Já a terceira entre as picapes mais cara à venda no País é a Chevrolet S10 High Country, por R$ 195.490. Entre os destaques do modelo, estão equipamentos de segurança, como aviso de colisão iminente e monitor de faixa de rolamento. A S10 de topo também traz ar-condicionado automático e sistema de monitoramento remoto, o OnStar, de série.


O motor é o também conhecido 2.8 diesel de 200 cv acoplado ao câmbio automático de seis marchas. O visual da picape é mais luxuoso do que os das demais versões. Há rodas de 18 polegadas e partes cromadas na carroceria.

picapes
Gabriela Biló/Estadão

Frontier é bem equipada

SIGA O JORNAL DO CARRO NO INSTAGRAM


Em quarto lugar vem a Nissan Frontier LE, a R$ 194.790. A versão de topo da picape argentina tem itens interessantes como câmeras ao redor do carro para visão 360° do sistema de estacionamento. A versão tem ainda banco do motorista com ajuste elétrico e ar-condicionado automático de duas zonas. A Frontier também é a única do segmento a ter teto solar elétrico.

O motor da Frontier é um 2.3 biturbo de quatro cilindros e 190 cv. O câmbio é sempre um automático de sete marchas com opção de trocas manuais pela alavanca.

As picapes mais caras do Brasil

1) Toyota Hilux GR-S - R$ 210.390
2) Volkswagen Amarok V6 Extreme - R$ 205.990
3) Chevrolet S10 High Country - R$ 195.490
4) Nissan Frontier LE - R$ 194.790
5) Ford Ranger Limited - R$ 188.990


Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier

Deixe sua opinião