Audi faz recall no e-tron por risco de incêndio

Falha no isolamento da bateria pode permitir entrada de umidade e possível curto-circuito no e-tron

e-tron
E-tron tem dois motores elétricos e 362 cv combinados Crédito: Foto: Audi/Divulgação

A Audi fará um recall em 1.644 unidades do e-tron vendidas nos Estados Unidos por risco de incêndio no SUV elétrico de luxo. 540 desses exemplares já foram entregues a compradores. O modelo tem uma falha no isolamento do pacote de baterias.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Em casos extremos, a bateria poderá ser exposta à umidade, gerando um curto-circuito. Segundo a marca, a umidade pode entrar pela porta de recarga e atingir as conexões de alta voltagem. No comunicado entregue à imprensa norte-americana,  a Audi se refere a um potencial incêndio com o termo “evento termal”.

A própria Audi detectou o problema e vai começar a reparar as unidades em agosto. Por enquanto nenhum caso foi reportado em nenhuma unidade vendida no mundo.

A marca vai providenciar assistência com carro reserva e um cartão com US$ 800 para cobrir eventuais despesas dos proprietários.

SIGA O JORNAL DO CARRO NO INSTAGRAM

Um defeito desta natureza não é impossível de ocorrer, mas especialistas indicam que testes deveriam ter revelado a falha antes do carro chegar às mão s de consumidores. A Audi não informou se indica que os carros deixem de ser usados até a correção do problema.

E-tron tem autonomia de 400 km

Para deslocar o e-tron, a Audi instalou dois motores elétricos, um em cada eixo. Isso permitiu à marca manter o sistema quattro de tração integral O motor dianteiro rende 125 kW e o traseiro, 140 kW. São cerca de 362 cv combinados. O torque é de 57,2 mkgf. O conjunto garante uma autonomia de mais de 400 km.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas