Notícias

Audi lança projeto de compartilhamento de carros

Audi Share será oferecido em condomínio da capital paulista e permitirá usar modelos da marca pagando por hora

04 de nov, 2016 · 4 minutos de leitura.

Audi lança projeto de compartilhamento de carros
Crédito:Audi Share será oferecido em condomínio da capital paulista e permitirá usar modelos da marca pagando por hora
O interessado poderá optar entre os sedãs A3, A4 e A6, o utilitário Q3 e o roadster TT

A Audi está lançando, em fase experimental, um serviço de compartilhamento de carros. Batizado de Audi Share, o projeto se baseia na modalidade de empréstimo "car sharing", pela qual o interessado pode usufruir do veículo por apenas um determinado número de horas - e não pagando por diárias, como é habitualmente oferecido em locadoras.

A cobrança por horas torna o preço mais acessível ao consumidor, o que faz do "car sharing" uma das principais apostas para o futuro em termos de soluções de mobilidade urbana - a exemplo do que já ocorre com as bicicletas em várias capitais brasileiras, por exemplo.

Por enquanto, o Audi Share está disponível apenas para os funcionários das empresas instaladas no condomínio onde fica a sede da Audi no Brasil, na Chácara Santo Antônio, zona sul da capital paulista. Os interessados podem escolher entre cinco modelos da marca alemã: os sedãs A3, A4 e A6, o utilitário Q3 e o roadster TT.

É possível fazer o compartilhamento por hora, por dia ou por fim de semana - nesse caso, a retirada é feita a partir das 17h30 da sexta-feira, com devolução apenas às 9h da segunda-feira seguinte. Os preços (veja tabela completa abaixo) já contemplam o combustível e o seguro - a cargo da BB Mapfre, que vem a ser vizinha da Audi no condomínio.

Nessa fase piloto, com duração prevista de seis meses, a Audi irá avaliar a receptividade e funcionalidade do serviço. Se for considerado viável, o projeto poderá se expandir. A marca alemã acredita no apelo da ideia de experimentar um modelo premium por apenas algumas horas, a um preço que não chega a assustar tanto: uma hora a bordo do A3 custa R$ 45, mais R$ 0,70 por km rodado, enquanto que para o TT esses valores são de R$ 120 e R$ 1,15, respectivamente.


O interessado poderá optar entre os sedãs A3, A4 e A6, o utilitário Q3 e o roadster TT

A Audi está lançando, em fase experimental, um serviço de compartilhamento de carros. Batizado de Audi Share, o projeto se baseia na modalidade de empréstimo "car sharing", pela qual o interessado pode usufruir do veículo por apenas um determinado número de horas - e não pagando por diárias, como é habitualmente oferecido em locadoras.

A cobrança por horas torna o preço mais acessível ao consumidor, o que faz do "car sharing" uma das principais apostas para o futuro em termos de soluções de mobilidade urbana - a exemplo do que já ocorre com as bicicletas em várias capitais brasileiras, por exemplo.

Por enquanto, o Audi Share está disponível apenas para os funcionários das empresas instaladas no condomínio onde fica a sede da Audi no Brasil, na Chácara Santo Antônio, zona sul da capital paulista. Os interessados podem escolher entre cinco modelos da marca alemã: os sedãs A3, A4 e A6, o utilitário Q3 e o roadster TT.

É possível fazer o compartilhamento por hora, por dia ou por fim de semana - nesse caso, a retirada é feita a partir das 17h30 da sexta-feira, com devolução apenas às 9h da segunda-feira seguinte. Os preços (veja tabela completa abaixo) já contemplam o combustível e o seguro - a cargo da BB Mapfre, que vem a ser vizinha da Audi no condomínio.

Nessa fase piloto, com duração prevista de seis meses, a Audi irá avaliar a receptividade e funcionalidade do serviço. Se for considerado viável, o projeto poderá se expandir. A marca alemã acredita no apelo da ideia de experimentar um modelo premium por apenas algumas horas, a um preço que não chega a assustar tanto: uma hora a bordo do A3 custa R$ 45, mais R$ 0,70 por km rodado, enquanto que para o TT esses valores são de R$ 120 e R$ 1,15, respectivamente.