Hairton Ponciano, de Mogi Guaçu

16/05/2019 - 6 minutos de leitura.

Avaliação: Jaguar I-Pace é tão rápido como silencioso

Modelo elétrico da Jaguar, o I-Pace acelera com vigor, e sem fazer barulho

Jaguar I-Pace
O Jaguar I-Pace tem um motor elétrico em cada eixo. Com 400 cv no total, faz 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos Crédito: Jaguar/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Bastou pisar no acelerador para o I-Pace mostrar suas credenciais. O SUV elétrico que a Jaguar está lançando no Brasil por R$ 437 mil soltou um zunido e partiu como um tiro na saída dos boxes do Velo Città, pista do interior de São Paulo. Um soco, e ele já havia passado dos 100 km/h. O I-Pace, importado da Áustria na versão SE EV400, faz 0 a 100 km/h em 4,8 segundos, e continua assim até os 200 km/h, que é a máxima limitada eletronicamente. Sem barulho e sem precisar de posto de combustível.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

+ Jaguar J-Pace virá em 2021

+ Jaguar tem linha de produtos para animais de estimação

O modelo tem dois motores elétricos de 200 cv, um em cada eixo. Com 400 cv, consegue ser ao mesmo tempo esportivo e utilitário, nessa ordem. A definição de utilitário fica por conta da Jaguar. Para isso, ela apresenta credenciais como tração integral, 18 cm de altura livre do solo e 50 cm de capacidade de travessia em trecho alagado.

Não testamos a parte utilitária do carro, mas comprovamos sua capacidade como esportivo. O estilo agressivo está muito mais para um hatch do que para um SUV. O modelo é baixo (1,56 m) e tem praticamente toda a carroceria de alumínio. A única exceção é a tampa traseira, feita de plástico.

Além da aceleração instantânea (o torque de 71 mkgf aparece assim que se pisa no acelerador), o carro de 2.208 kg disfarça seu peso graças ao baixo centro de gravidade e à boa distribuição de massa. São 50% em cada eixo, e as baterias no piso (só elas pesam 600 kg) colaboram para isso. Segundo a Jaguar, a potência gerada por elas é equivalente à de 9 mil iPhones X.

Assim como acelera bem, o I-Pace também é eficiente nas frenagens e estável em curvas. Direção e freios têm boas respostas. No modo de máxima regeneração de energia, os motores auxiliam a frenagem. Nesse caso, basta tirar o pé do acelerador que a velocidade cai abruptamente. Com isso, poupam-se pastilhas de freio. A autonomia declarada é de 470 km.

Por dentro, o carro é confortável, bem acabado e moderno. O quadro de instrumentos é uma tela de TFT de 12″. Além dela, o painel tem outras duas. A inferior permite acesso aos controles de ar-condicionado. A superior dá acesso a diversos comandos do carro. Pode-se, por exemplo, ajustar o nível de volume (artificial) que se deseja ouvir dos motores. Há também projeção de informações do painel no para-brisa (head up display).

O único ponto negativo é o conforto no banco traseiro. Isso porque, como o assoalho é elevado, não há bom apoio para as pernas.

I-Pace tem a maior garantia da Jaguar

Ao contrário dos três anos de garantia dos demais modelos da Jaguar, o I-Pace tem cinco anos. A razão é que modelos elétricos teoricamente têm menos necessidade de manutenção. Não há, por exemplo, troca de óleo, e teoricamente as pastilhas de freio duram mais. Por isso, as revisões têm intervalo de dois anos ou 34 mil km. As baterias têm garantia de oito anos.

Além do preço inicial, o I-Pace pode receber ainda teto solar panorâmico e rodas diamantadas de 20″. Nesse caso, o carro sai por R$ 449.190.

De acordo com a marca, as baterias podem ser recarregadas em tomadas convencionais, desde que aterradas. Em 110 volts, é possível obter 11 km de autonomia a cada hora. Em 220 v, o tempo cai pela metade. A Jaguar também está instalando carregadores na rede autorizada, para recarga gratuita. O equipamento custa R$ 13 mil, fora a instalação.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais