Avaliação: Mercedes-Benz Classe A 250 Vision

Avaliamos a versão A 250 Vision que chega ao país por R$ 194.900 que traz inteligência artificial como destaque na nova geração do Mercedes-Benz Classe A

A 250
CLASSE A 250 VISION Crédito:

A Mercedes-Benz está lançando a nova geração do Classe A no Brasil. O hatch, oferecido exclusivamente na versão A 250 Vision, por R$ 194.900, tem como principal destaque o sistema de conectividade e entretenimento, que utiliza recursos de inteligência artificial, batizado de MBUX.

O dispositivo permite que os ocupantes acionem funções do carro por meio de comandos de voz. Basta dizer “olá, Mercedes!” para a assistente virtual ficar de prontidão.

O sistema executa tarefas simples, como regular a temperatura do ar-condicionado e a iluminação da cabine, escolher uma música ou estação de rádio, navegar pela lista de contatos e fazer chamadas telefônicas, entre outras. Porém, é comum ter de reformular várias vezes a frase até que o MBUX entenda o que se deseja.

O painel de instrumentos é virtual com tela de 10 polegadas. Outro monitor central concentra informações e comandos de refrigeração, multimídia, navegação GPS e ajustes do Mercedes. A tela é sensível ao toque e também pode ser acionada por um grande joystick no console. Essa operação, porém, é pouco intuitiva. É preciso ter tempo e paciência para se familiarizar e aproveitar tudo o que o novo Classe A pode oferecer.

O acabamento agrada, mas não surpreende. Os bancos são de couro preto ou bege e faixas que imitam fibra de carbono abraçam os painéis e as portas. As rodas de 18 polegadas dão um toque esportivo ao hatch importado da Alemanha.

Os bancos dianteiros têm ajustes elétricos e memória. O traseiro recebe três adultos com dignidade – há bom espaço lateral e os 3 cm extras de entre-eixos aumentaram o vão para as pernas.

Mas o largo duto central no assoalho força o eventual quinto passageiro a viajar com as pernas afastadas. O porta-malas ganhou reforço de 29 litros na capacidade e agora comporta 370 litros. A central multimídia roda os sistemas Android Auto e Apple Car Play. Há quatro portas USB, mas todas são do tipo C (mini), o que poderá exigir o uso de adaptadores.

A 250 em movimento

O novo motor 2.0 turbo gera 224 cv (13 cv a mais que o antecessor) e pode acelerar o Classe A de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos, conforme a fábrica. O câmbio é automatizado de sete marchas e duas embreagens. O conjunto é bem entrosado e proporciona condução prazerosa em diferentes situações.

Há quatro modos de direção: econômico, conforto, esporte e individual. Os dois primeiros satisfazem em uma tocada mais amena, em que o hatch responde com suavidade e absoluto silêncio a bordo. O Sport, ideal para rodovias, eleva a faixa de giro para as trocas de marcha, dando ao Classe A mais agilidade e até um ronco mais encorpado ao motor.

O A 250 Vision traz itens como frenagem de emergência, câmera na traseira, teto solar panorâmico e air bags frontais e laterais dianteiros.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas