A bordo de um Suzuki SX4, casal faz viagem pelas Américas

Em um ano, brasileira e americano fazem jornada de Vermont, nos Estados Unidos, a São Paulo

Foto: From Home para Casa

Foi em uma despretensiosa viagem para trabalhar em uma estação de esqui em Vermont, no nordeste dos Estados Unidos, que a jornalista Christiane Kokubo acabou encontrando o professor de espanhol Nate Shepard. Se passaram nove anos entre o primeiro contato, em 2003, e a mudança de Christiane para Vermont, motivada pelo cansaço da vida na cidade de São Paulo e, obviamente, pelo amor.

Agora no frio do Estado americano, a jornalista trocou de profissão e passou a trabalhar, junto com Nate, como intérprete da Open Door Clinic, clínica médica que atende americanos sem condições de aderir a planos de saúde e mexicanos, que atravessam o país para trabalhar nas fazendas de leite da região e não podem entrar no sistema por não terem registro. A jornada foi batizada de “From Home Para Casa”, uma brincadeira com os idiomas nativos da dupla.

Foi o contato com esse povo que incentivou Christiane e Nate a realizarem uma viagem partindo da terra natal do americano com destino à terra da brasileira, com a intenção de arrecadar 1 dólar para a clínica a cada um dos 50 mil quilômetros que serão percorridos. Para isso, ambos economizaram e pediram licenças de um ano de seus empregos.

O plano inicial era ir com um Suzuki SX4 até a Califórnia, vendê-lo e fazer o resto do trajeto de bicicleta, mas, após as magrelas terem sido roubadas em Austin, no Texas, e nenhum comprador ter se interessado quando o veículo foi listado em San Diego, o casal resolveu efetivá-lo como companheiro na aventura.

Christiane destaca que o objetivo da viagem é chamar atenção de um tema que vem se destacando nos últimos tempos. “Vamos tentar não só fazer uma viagem, mas para atrair uma atenção para uma causa importante, que é a imigração e a mobilidade das pessoas”.

As paradas ao longo do percurso são feitas, em sua maioria, em casas de parentes ou amigos de amigos. A rede criada por Nate e Christiane é tão extensa que La Paz, na Bolívia, é a segunda capital de todos os 14 países em que já passaram que precisaram se hospedar em um hotel. A outra foi a Cidade do Panamá. A dupla ressalta a receptividade de seus anfitriões. “As pessoas abrem as casas como se fossemos membros da família ou amigos de anos”.

Companheiro. O Suzuki SX4, que deveria ter ficado no meio do caminho, vem aguentando bravamente a jornada. A única grande alteração foi feita na Cidade do México, onde um marceneiro instalou uma cama na parte traseira. O carro também passou por uma troca nos amortecedores dianteiros na Guatemala e por breves revisões e trocas de óleo.

A direção, como contam, é alternada. Em terrenos irregulares e montanhosos, quem assume é Nate. Quando chegam às metrópoles, abarrotadas de carro e barulho, Christiane pega o volante. “Quando fica muito cheio, ela lida bem com isso”, diz o americano.

O convívio com o carro por quase quarenta mil quilômetros mudou os planos originais, que incluíam a venda do veículo quando chegassem à capital paulista. Agora, Nate e Christiane já estão procurando maneiras de enviar o SX4 de volta para Vermont.

Aprendizado. A jornada de um ano vivida por Nate e Christiane, de acordo com a brasileira, adicionou uma camada importante ao relacionamento vivido pela dupla: a da paciência.

A convivência em praticamente todos os momentos, segundo ela, exige que essa virtude seja praticada “não só um com outro, mas com as pessoas, as situações e os locais que a gente encontra“.

Para o professor de espanhol, o percurso adicionou vivências com povos latinos que poderão ser levadas para a sala de aula. Nate chegou, inclusive, a encontrar uma ex-aluna, que está fazendo intercâmbio na Costa Rica.

A jornada também dará forças para voltar à rotina, já que “cada pessoa que conhecemos pelo caminho nos inspiram para novos projetos, sejam em casa ou pela estrada”, afirma Christiane.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas