Redação:

Bugatti Veyron bate depois de atingir 332 km/h

Apesar do impacto, felizmente os danos na dianteira do Bugatti Veyron não foram muito grandes

Bugatti Veyron
Crédito: Já imaginou estragar a frente de um Bugatti Veyron como este? Pois infelizmente aconteceu. Foto: Bugatti

Aqui vai uma dica para donos de Bugatti Veyron: não é por que seu supercarro pode acelerar como quase nenhum outro que você está dispensado de respeitar as leis da Física.

Parece algo óbvio, mas aparentemente o dono do Veyron Grand Sport Vitesse que aparece no vídeo abaixo não seguiu as normas básicas. Talvez um pequeno tutorial de como usar o pedal de freio resolvesse a situação.

Leia mais notícias do Jornal do Carro

No ano passado, o youtuber LK Horizon pegou uma carona no Bugatti Veyron durante um track day realizado em um aeródromo no Reino Unido.

Só para relembrar, o Veyron Vitesse tem motor central 8.0 de 16 cilindros em W, com quatro turbos, capaz de gerar 1.200 cavalos de potência e 153 mkgf de torque.

Tudo ia muito bem durante a longa reta (que, cá entre nós, é onde o Veyron se sente em casa), na qual o
superesportivo chegou a registrar 332 km/h. No momento de frear, o motorista não usou pressão suficiente no pedal, talvez julgando que o modelo conseguiria contornar um cotovelo de 90 graus a 160 km/h. Adivinhe: não conseguiu.

Veyron bateu no muro e fez “splash”

O Bugatti derrapou de frente, seguiu reto e bateu com força na barreira. A sorte é que o material usado para delimitar a pista era de plástico, cheio de água. O resultado foi um “splash”.

Aparentemente, a fibra de carbono resistiu bem ao impacto. Mesmo assim, algumas peças certamente precisariam de substituição, por causa da raspada. Os faróis não resistiram. E você pode imaginar quanto custam as peças do Veyron Vitesse…

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais