Califórnia bane gênero como fator em preço de seguro

Estado americano proíbe que seguradoras cobrem preços de seguro diferentes baseado no gênero do segurado

seguro
Mulheres e homens poderão ter preços de seguro iguais Crédito: Foto: Mercedes-Benz/Divulgação

O departamento de seguros do Estado americano da Califórnia proibiu as seguradoras de basear seus critérios para valores de apólices no gênero dos segurados. A “Proposition 103” bane considerados preços injustos e discriminatórios. A partir de agora, o valor das apólices de seguro será baseado somente no histórico pessoal. Serão levados em consideração os anos de carteira e a quantidade de quilômetros rodados por ano de cada motorista.

É comum que o público feminino tenha valores menores, algo que deve acabar na Califórnia. Ainda não se sabe, no entanto, se os homens pagarão menos, ou as mulheres terão seguros mais caros. “Ficou claro que o fator gênero, uma característica nata, que foge ao controle do motorista, deve ser eliminada das apólices”, afirma o advogado da Consumer Watchdog Danny Sternberg. O especialista encaixa o gênero junto com etnia e sexualidade nos fatores que não podem ser levados em consideração na apólice de seguro.

VÍDEO DA SEMANA: O SEGREDO DO SUCESSO DO JEEP COMPASS

Preço do seguro varia

Testes da Federação dos Consumidores dos Estados Unidos mostraram que em alguns mercados mulheres poderiam ter seguros mais baratos. Em outros, as mulheres pagam até mais caro. A Califórnia descobriu também que o efeito do gênero do segurado varia de acordo com a localização.

A “Prop 103” deverá entrar em vigor em julho, forçando um novo cálculo para o preço dos seguros em todo o estado.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas