CAOA Chery suspende produção do Celer

Ajustes na linha de produção da Chery para chegada dos novos modelo, no entanto, não afetou o QQ

Chery Celer
Chery Celer Crédito: Chery

Com a produção do novo Tiggo 2, já à venda, a Chery suspendeu a produção do Celer na fábrica de Jacareí (SP). De acordo com a fabricante, os estoques do Celer darão conta da demanda pelo modelo nos próximos meses. Considerando que nos três primeiros meses do ano foram contabilizados apenas 30 emplacamentos da versão sedã e 40 do hatch, o estoque deve ser baixo.

O compacto será retrabalhado pela engenharia da CAOA Chery, com termino do projeto previsto para daqui a 10 meses. O objetivo é fazer com que o modelo cumpra as necessidades do mercado brasileiro. E também da CAOA, que assumiu metade das operações da montadora chinesa no país no final do ano passado.

QQ continua mesmo com o fim do Chery Celer

A suspensão da produção do Celer, no entanto, não afetou os planos da companhia para o Chery QQ. O subcompacto da marca teve 889 unidades emplacadas entre janeiro e março deste ano. Com preço inicial de R$ 27.290, leva o título de carro mais barato do Brasil.

Segundo o presidente da CAOA Chery, Marcio Alfonso, o QQ, fabricado no Brasil desde o final de 2016, é um carro com bastante potencial devido às suas características e ao seu posicionamento de preço no mercado.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas