Você está lendo...
Caoa Chery Tiggo 7 vende mais que Honda ZR-V e VW Taos juntos
SUMMIT MOBILIDADE: Clique e garanta o seu ingresso promocional Saiba Mais
Mercado

Caoa Chery Tiggo 7 vende mais que Honda ZR-V e VW Taos juntos

Nova versão Tiggo 7 Sport catapultou as vendas do SUV médio em março, registrando crescimento de mais de 200% em relação a fevereiro

Redação

02 de abr, 2024 · 5 minutos de leitura.

Publicidade

Caoa Chery Tiggo 7 Sport
Caoa Chery Tiggo 7 Sport impulsionou as vendas do SUV médio no mês de abril
Crédito:Caoa Chery/Divulgação

A estratégia da Caoa Chery em lançar o Tiggo 7 Sport pelo preço extremamente competitivo de R$ 134.990 tem rendido bons frutos. O SUV médio chegou às lojas no mês passado e já deu um impulso nas vendas do modelo, conquistando a terceira posição de sua categoria em março, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).



O Tiggo 7 ainda não alcança números de rivais como Jeep Compass, com 3.971 emplacamentos, ou Toyota Corolla Cross, que vendeu 3.326 unidades. Contudo, já registrou respeitáveis 1.745 carros licenciados – um salto notável se considerarmos os emplacamentos de janeiro (587) e fevereiro (522). Isso representa um crescimento de 234,3% em relação ao mês anterior (março sobre fevereiro).

Hyundai Ioniq 5 N na pista! Aceleramos o elétrico com ronco de motor e marchas

Publicidade


Entre os SUVs médios, o recém-chegado superou de longe modelos de marcas mais tradicionais. Suas vendas foram suficientes para ultrapassar o quarto e o quinto colocados somados, o Volkswagen Taos (930 unidades), que vai mudar em breve, e o Honda ZR-V (630), que também fez sua estreia há pouco tempo.

Caoa Chery/Divulgação

Como é o Tiggo 7 Sport

Para deixar o Tiggo 7 Sport com valor mais em conta que o de muitos SUVs compactos, inclusive, a Caoa Chery precisou enxugar a lista de equipamentos, além de colocar um motor mais fraco no modelo. Com essas medidas, entretanto, conseguiu oferecer em sua linha o SUV médio mais barato do Brasil. A versão custa R$ 35 mil a menos que a configuração Pro Max Drive, que sai por R$ 169.990.


O modelo tira de cena o motor 1.6 turbo a gasolina de 187 cv de potência da então versão de entrada para adotar o 1.5 turboflex da configuração Pro Hybrid Max Drive, mas sem o sistema híbrido leve de 48 volts. São 147 cv com gasolina e 150 cv com etanol e torque de 21,4 mkgf com os dois combustíveis. O câmbio é automático do tipo CVT que simula nove marchas.

Caoa Chery Tiggo 7 Sport
Caoa Chery/Divulgação

Menos equipamentos

Em termos de design, o SUV não teve nenhuma mudança. Mas a lista de série diminuiu de forma significativa. Itens como câmera 360°, teto solar panorâmico e faróis Full LED foram extintos. Outro recurso perdido é o pacote de assistência à condução Max Drive, com controle de cruzeiro adaptativo, monitor de ponto cego, sistema de manutenção de faixa e alerta de tráfego cruzado.


Dessa forma, o Tiggo 7 Sport traz central multimídia de 10,25”, painel de instrumentos digital de 12,3”, câmera de ré, sensor de chuva, freio de estacionamento eletrônico, carregador de celular por indução, retrovisor eletrocrômico, chave presencial e partida remota. As rodas continuam com 18″, mas recebem acabamento mais simples.

Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Honda ZR-V tem motor 2.0 a gasolina e preço de SUV híbrido. Será que vale?

Caoa Chery Tiggo 5X Sport 24/25
Oferta exclusiva

Caoa Chery Tiggo 5X Sport 24/25

Deixe sua opinião