Notícias

Chevrolet apresenta Joy Plus, seu ‘novo’ sedã de entrada

Sedã mais barato da GM perde nome Prisma e parte de R$ 51.290. Joy Plus tem ar-condicionado, direção elétrica e motor 1.0 de 80 cv

Redação

14 de out, 2019 · 3 minutos de leitura.

joy" >

Com o lançamento do sedã Onix Plus, a Chevrolet vai deixar de usar o nome Prisma em sua linha. Por isso, o sedã de entrada da marca, que continua na geração anterior, passa a se chamar apenas Joy Plus para 2020. O modelo ganhou a carroceria dos antigos Prisma LT e LTZ e tem apenas uma configuração vendida por R$ 51.290.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

O motor 1.0 se mantém o antigo quatro cilindros de ate 80 cv com etanol. O propulsor é acoplado ao câmbio manual de seis marchas. O conjunto é o mesmo que já equipava os Prisma Joy e LT 1.0. O pacote de itens também não muda e o modelo mantém itens básicos como ar-condicionado, direção assistida e vidros e traves elétricas de série. Há ainda fixação Isofix para cadeirinhas infantis e alarme de série. O painel mantém a iluminação laranja dos Prisma Joy antigos, e não adota a coloração clara das versões mais caras.

O pacote é o mesmo do hatch Joy, que também perdeu o nome Onix com o lançamento da nova geração do modelo. Como acessório, o sedã pode receber ainda central multimídia, sensor de estacionamento e retrovisores elétricos. Na linha 2019, o Prisma Joy custava R$ 49.990.

O Joy vale a pena?

No entanto, a diferença de R$ 7.500 em relação ao Onix Plus mais barato ainda parece pequena para justificar a escolha pelo modelo. O pacote de entrada do novo sedã já oferece itens como air bags laterais e de cortina, controles de estabilidade e tração e sistema de som de série por R$ 58.790. O novo modelo ainda é equipado com o motor 1.0 turbo de 116 cv e câmbio automático de seis marchas.