Você está lendo...
Chevrolet também está fora do Salão do Automóvel 2020
Mercado

Chevrolet também está fora do Salão do Automóvel 2020

Empresa se junta à BMW, Mini, Toyota e Lexus e não estará no evento em novembro deste ano. Caoa Chery e Subaru devem ser as próximas a desistir

Redação

31 de jan, 2020 · 5 minutos de leitura.

chevrolet
ESTANDE DA CHEVROLET NO SALÃO DE 2018
Crédito:WERTHER SANTANA/ESTADÃO

A Chevrolet se uniu à BMW/Mini e Toyota/Lexus e confirmou que não estará no Salão do Automóvel 2020. A empresa é líder do mercado e tem uma série de lançamentos que poderiam ser apresentados ao público. Entre eles os novos Onix, a versão esportiva Onix RS e o Tracker. O SUV será lançado em março no País. Por isso sua desistência causa espanto.

Em comunicado, a empresa declara que "não participará do Salão do Automóvel de São Paulo em 2020. A nossa estratégia de vendas e marketing é baseada na experiência do cliente". A empresa também afirmou que o "relacionamento do consumidor com a nossa marca vem se mostrando cada vez mais digital".

Apesar das ausências, Volkswagen, FCA (Fiat-Jeep), Renault, Ford, Nissan, Hyundai e Kia já estão confirmadas. Elas já têm contrato assinado com a Reed Exhibitions Alcântara Machado. A empresa é a responsável pela produção do Salão do Automóvel e Salão Duas Rodas. A Caoa (Chery, Subaru e Hyundai) já assinou o contrato também, mas informações internas dão conta que o jurídico da empresa estaria vendo como cancelar o compromisso.


Discurso da Chevrolet é o mesmo das outras 'faltantes'

O grupo BMW foi o primeiro a confirmar que não estaria no evento e em comunicação anunciou a decisão dizendo que "está explorando novas plataformas e formatos alternativos". Já a Toyota, na figura de seu presidente, Rafael Chang, afirmou que "vai focar no momento em experiências de mobilidade".

A BMW inclusive já havia também saído do Salão Duas Rodas, no ano passado. Na edição passada, em 2018, algumas marcas já estiveram fora do evento: os grupos PSA (Peugeot-Citroën) e grupo Jaguar Land Rover, além da Volvo. E não vão voltar.

A sueca adotou como posição mundial não participar de mais nenhum salão e estar apenas com entradas "pontuais", como fez no evento de Los Angeles, e ainda assim, no seu espaço, não apresentou nenhum veículo.


Confira abaixo a nota completa da Chevrolet:

"A Chevrolet quer ser relevante para o cliente em todos os momentos e por meio de todos os canais escolhidos por ele. E a jornada de relacionamento do consumidor com a nossa marca vem se mostrando cada vez mais digital. Prova disso é que cerca de 32% das nossas vendas de varejo iniciam-se no ambiente digital. Temos 93% da rede de concessionários integrada em uma plataforma única na internet, que conta com o estoque de cada concessionária, de veículos novos e seminovos. Isso tudo gerou mais de R$ 3 bilhões em vendas em 2019. Assim, a estratégia é focarmos cada vez menos em formatos analógicos e apostarmos mais em plataformas digitais e customizáveis, sempre tendo o cliente como o centro de tudo o que fazemos."

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier

Deixe sua opinião