Tião Oliveira

11.05.2020 | 9:07

China se recupera e vendas de veículos em abril chegam a 2 milhões de unidades

Em abril, foram vendidos 2 milhões de carros na China, com alta de 39,8% em relação a março e de 0,9% ante abril de 2019, de acordo com dados da Associação de Fabricantes de Veículos da China

china
An employee holds a car door at a production line of a Dongfeng Peugeot Citroen Automobile factory in Wuhan Crédito: REUTERS
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Com a covid-19 contida na China e as fábricas voltando a operara a plena capacidade, as vendas de automóveis estão se recuperando. Em abril, foram emplacados 2 milhões de carros no país. Esse número representa alta de 39,8% em relação às vendas de março e de 0,9% ante os resultados de abril do ano passado. As informações são da Associação de Fabricantes de Veículos da China (CAAM).

Mesmo com o bom resultado, os reflexos da pandemia impactaram nas vendas acumuladas de janeiro a abril. Nos quatro primeiros meses de 2020, foram vendidos 5,67 milhões de carros novos no mercado chinês. Esse número representa queda de 32,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

O bom resultado de abril já era esperado. De dezembro a fevereiro houve uma queda brutal nas vendas de automóveis na China. Mas desde o fim de fevereiro o setor passou a dar sinais de recuperação. E no mês passado as fabricantes locais começaram a divulgar previsões de recuperação do maior mercado automotivo do mundo.

China tem várias fabricantes

CHINA
ALY SONG/REUTERS

Por fabricante, a Chery vendeu 40.079 unidades em abril, um aumento de 15,4% em relação a abril. Em exportações, o resultado foi muito positivo, com 31.845 carros enviadas ao exterior de janeiro a abril. Desse total, 30.008 unidades são dos SUVs Tiggo4, Tiggo7 e Tiggo8, além do sedã Arrizo GX. As exportações totais da empresa cresceram 67,5% neste ano.

A Volvo vendeu 14.724 veículos na China em abril. O aumento em relação ao mesmo mês do ano passado foi de 20,8%. No acumulado do ano, as vendas da marca no país recuaram 15,6%, para 35.504 unidades.

Da Lexus, foram vendidos 23.150 veículos em abril. Esse número representa uma alta de 6% nas vendas ante o mesmo mês de 2019.

Changan é uma das maiores

Da Dongfeng, foram vendidas 18.885 unidades no mês passado. Comparadas com as 16.094 vendas em abril de 2019, houve alta de 17,3%. De janeiro a abril, as vendas somaram 45.700 unidades, com queda de 15,9% em relação ao mesmo período de 2019.

Em abril, a SAIC-GM Buick vendeu 68.827 veículos na China. O aumento em relação a março foi de 44%. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o avanço foi de 29,5%.

A Changan, uma das maiores fabricantes de automóveis da China, emplacou 159.557 unidades no país em abril. Trata-se de um aumento de 32% ante os 120.851 carros emplacados no mesmo mês de 2019. No acumulado dos quatro primeiros meses de 2020, as vendas somaram 462.600 unidades. Nesse caso, a queda ante o mesmo período do ano passado é de 18,5%.

CHINA
THOMAS PETER/REUTERS

Geely teve rápida recuperação

A Mazda, que atua na China em parceria com duas fabricantes locais, vendeu 17.091 carros em abril. Foram 7.071 da FAW Mazda e 10.020 da Changan Mazda. No primeiro quadrimestre, a marca japonesa emplacou 53.442 veículos na China. Desse total, 21.177 são da FAW Mazda e 32.265 da Changan Mazda.

A Geely, outra gigante local, vendeu 105.468 veículos na China em abril. A alta em relação ao mesmo mês de 2019 foi de 2%. Em relação a março deste ano, o avanço foi de 44%. A forte queda no início de 2020 tem a ver com as medidas duras adotadas pela empresa para conter a covid-19. A Geely é considerada referência no combate à proliferação do novo coronavírus.

Da Kia, cuja operação na China é denominada DF Yueda KIA, foram vendidas 25.534 unidades em abri. Não houve variação relevante em relação às vendas do mesmo mês do ano passado.

GAC produz outras marcas

China
REBECCA COOK/REUTERS

Em abril, a BYD vendeu 31.809 veículos na China. Esse número representa queda de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado de janeiro a abril, as vendas foram de 93.082 unidades. Houve queda de 40,1% em relação às vendas do mesmo período de 2019.

Do Grupo GAC, que produz veículos na China para várias marcas, as vendas totais em abril somaram 166.000 unidades. Isso representa um aumento de 6,1% em relação a março. De janeiro a abril, foram 472 mil unidades, uma queda de 27,5% ante o mesmo período de 2019.

Das parceiras do grupo, a Honda vendeu 72 mil unidades na China em abril. Isso representa alta de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano passado. Da Toyota, foram 64 mil veículos, com aumento de 46,9%. Da FCA, as vendas foram de 4 mil unidades, com queda de 28,6% ante os resultados de abril de 2019. E os 5 mil ​​GAC Mitsubishi vendidos na China em abril deste ano representam queda de 50% em relação às vendas de abril de 2019.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Caoa Chery Arrizo 6 GSX