Redação

02.11.2019 | 7:00 Atualizado: 04.11.2019 | 11:32

Como fica o Civic após a chegada do novo Corolla?

Embora seja o segundo sedã mais vendido, Civic ainda tem vendas bem abaixo do ‘fenômeno’ Corolla

civic
Civic passou por mudanças discretas para linha 2020 Crédito: Felipe Rau/Estadão
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

O Honda Civic terá uma vida difícil em 2020. O modelo ainda é o segundo sedã médio mais vendido do País, mas com uma distância grande em relação ao primeiro colocado, o “todo-poderoso” Toyota Corolla. E a situação ficou ainda mais complicada com a bemvinda renovação de seu maior rival, que caiu nas graças do público e continua vendendo muito bem.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A décima geração do Civic é atual e acabou de passar pelos primeiros retoques, para a linha 2020. Mas o modelo, bem como outros sedãs médios, não consegue ter o mesmo apelo do Corolla. A gama é bem compreensiva, com versões abaixo dos R$ 100 mil e até uma variante turbo no topo da linha.

O modelo da Honda também é gostoso de dirigir, bem acabado, tem bom porta-malas, tecnologia e visual interessante. As linhas, aliás, eram o que davam mais apelo ao Civic, notadamente mais esportivo do que o Corolla.

Só que a nova geração do Toyota chegou “com o pé na porta” e é capaz de quebrar vários dos argumentos que levariam à compra do Civic. O desempenho melhorou, há mais tecnologia (até uma versão híbrida) e as linhas são menos sisudas. E o Honda ainda deve demorar para ganhar uma nova geração. Essa sim, com ainda mais tecnologia e versões híbridas ou até elétricas.



Corolla X Civic

A época em que Civic e Corolla brigavam carro a carro pelo posto de sedçã mais vendido ficou para trás há alguns anos. O Corolla abriu uma vantagem difícil de contornar. Em outubro, foram 6.211 Corollas emplacados, contra 2.536 Civic. Em todo caso, não dá para dizer que o Honda tem vendas pífias, longe disso. O Honda vende tanto quanto um Fiat Cronos ou um VW Voyage, carros mais baratos. O “problema” é que o Corolla é um verdadeiro fenômeno.

Nem mesmo a geração mais recente do Honda, que foi pra lá de revolucionária, deu jeito. Vai ser difícil ele, ou qualquer outro sedã médio, alcançar.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais