Redação

21/04/2018 - 3 minutos de leitura.

Dieselgate: polícia alemã prende executivo da Porsche

Joerg Kerner, chefe de desenvolvimento de powertrain da Porsche, foi preso ontem, por suspeita de participação no caso ‘Dieselgate’

Porsche
Crédito: Antes de trabalhar na Porsche, executivo passou pela Audi e Bosch, empresas acusadas de terem envolvimento no esquema que burlava os níveis de emissão de poluentes dos motores a diesel. Foto: Thomas Kienzle/AFP
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A polícia alemã prendeu ontem, dia 20, o chefe de desenvolvimento de powertrain (conjunto motor-câmbio) da Porsche, Joerg Kerner, por suspeita de que ele tenha envolvimento com as fraudes nos testes de emissão de veículos a diesel do grupo Volkswagen, no episódio que ficou conhecido como “Dieselgate”.

A prisão é resultado das buscas que a polícia alemã estava fazendo já há alguns dias na região da Bavária. (Leia mais informações aqui.)

As investigações estavam se concentrando em três suspeitos, todos de alto escalão na hierarquia do grupo Volkswagen. Os nomes não foram revelados.

Kerner, atualmente sob custódia da polícia, entrou na Audi em 2004. Anteriormente, trabalhara na Bosch, fornecedora do dispositivo que manipulava os índices de poluição nos motores a diesel do grupo.

Na Audi, ele idealizou a divisão de desenvolvimento de software e eletrônica de motores e transmissões. A Audi é suspeita de ter desenvolvido o programa que permitiu à Volkswagen produzir mais de 11 milhões de motores a diesel, que emitiram mais poluentes do que o permitido.

O executivo é tido como um colaborador direto do antigo CEO do Grupo Volkswagen, Matthias Mueller, que deixou a empresa por causa do escândalo. Antes da Volkswagen, ele exerceu o mesmo cargo na Porsche.

Kerner também trabalhou diretamente com o antigo engenheiro do Grupo Volkswagen Wolfgang Hatz, preso no ano passado.

A Porsche não comentou sobre o assunto.

No início deste ano, autoridades alemãs fizeram uma grande investigação na Audi, que desenvolveu o motor 3.0 V6 a diesel que recebeu o software que manipulava dados de emissões. Esse propulsor foi utilizado em cerca de 80 mil veículos da Volkswagen, Audi e Porsche.

Falando no assunto, confira a lista dos carros mais poluidores à venda no Brasil:

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais