Você está lendo...
E 63 AMG vence entre os preparados
Notícias

E 63 AMG vence entre os preparados

Modelo enfrentou dura disputa com o Audi RS7, mas ganhou por oferecer mais luxo

27 de ago, 2014 · 3 minutos de leitura.

 E 63 AMG vence entre os preparados


Detalhes da AMG estão em todos os lugares

O Mercedes-Benz E 63 AMG é superlativo. Não há nada nele que esteja dentro do limite razoável da normalidade, a começar pelo seu preço de US$ 245.900, cerca de R$ 565 mil.


Cobra-se muito, mas oferece-se demais em contrapartida. O desempenho brutal é um dos destaques. O motor V8 com dois turbos e 558 cv transforma o sedã de 1.845 kg em uma máquina assustadora de aceleração, com a marca de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos. E o ronco que sai do escapamento duplo (um para cada quatro cilindros) com a marquinha da AMG é de fazer chorar.

Se isso não fosse o suficiente, há o luxo. Logo ao entrar no carro, o motorista é recebido com acabamento digno de primeira classe, com direito a um relógio da IWC incrustado no console central. Outro mimo interessante, desta vez para quem gosta de acelerar, é o ajuste do apoio lateral dos bancos, que deixa o motorista o mais encaixado possível para fazer curvas intrépidas.

Entre seus concorrentes preparados, o Audi RS7 é o que chega junto no poder de divertimento, mas fica para trás no conforto a bordo e, principalmente, na aparência. Sim, o RS7 é lindo, melhor até que o Mercedes, mas o diferencial do E 63 AMG está nos detalhes que mostram a todo instante que se dirige um carro exclusivo, bem distante visualmente do Classe E ?comum?.


PRÓS:

Desempenho

A aceleração do E 63 AMG é brutal, com número próximo ao de algumas Ferrari na marca de 0 a 100 km/h.


CONTRA:

Preço

Toda exclusividade é cara e o luxo sempre cobra seu preço, mas US$ 245.900 é muito em qualquer lugar do mundo.



Deixe sua opinião