06/02/2017 - 5 minutos de leitura.

Emplacamento cai 28% no mês de janeiro

Apesar do recuo nos emplacamentos ante a dezembro, expectativa é que trimestre fique estável ante a 2016

Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.


Número de licenciamentos caiu 28% em comparação com dezembro de 2016

Janeiro costuma ser um mês fraco para o comércio de automóveis, em decorrência das férias escolares, da chegada de despesas sazonais como IPVA, IPTU e material escolar e também porque a comparação com dezembro, um mês de consumo muito acentuado, é até injusta. Mesmo assim, ao consolidar os números de Janeiro de 2017, a Anfavea, a associação que reúne as fabricantes do País, teve uma pequena decepção e uma grande surpresa positiva.

A pequena decepção veio com os licenciamentos, de 147.219 unidades. Isso representou uma queda de 28% ante dezembro – que está dentro do que se espera nessa época do ano. Mas, na comparação com Janeiro de 2016, o resultado foi 5,2% pior – a torcida da entidade era para que houvesse uma estabilização.

“Se analisarmos a trajetória dos meses de janeiro, essa queda de 2017 sobre 2016, de 5,2%, foi menor que a de 2016 sobre 2015, de 10%. Esperamos que haja uma estabilização e até um fechamento positivo até o fim do ano”, comentou o presidente da Anfavea, Antonio Megale. “A redução nos índices de inadimplência e a melhora da oferta de crédito nos bancos são sinais positivos que nos levam a crer que este primeiro trimestre de 2017 será de estabilização e, a partir do segundo, haverá crescimento.”

Já as exportações de veículos, de 37.189 unidades, foram uma grata surpresa. Apesar de 40,8% menores que no mês anterior, foram 56% mais numerosas que em janeiro de 2016 – trata-se do melhor mês de janeiro para as vendas ao Exterior desde 2008.

A produção em janeiro ficou em 174.064 exemplares, queda de 12,9% sobre dezembro e alta de 17,1% ante janeiro do ano passado – o que, para Megale, mostra que as montadoras estão se preparando para um cenário de vendas mais aquecidas em breve.

Essa percepção se reforçou com a análise dos estoques, que passaram de 176,2 mil carros em dezembro para 186,4 mil em janeiro. “Grande parte desses estoques está dentro das próprias fábricas, não foi repassado às concessionárias, outro indício de que elas estão se preparando para os próximos meses.”

Previsões. A Anfavea manteve as estimativas para 2017 que havia divulgado na reunião anterior, no início de Janeiro. A entidade acredita que o ano terá, na comparação com 2016, aumento de 11,9% na produção (para 2,413 milhões de unidades), incremento de 7,2% nas exportações (para 558 mil veículos) e alta de cerca de 4% nos licenciamentos (são esperados 2,133 milhões de carros emplacados).

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais