Você está lendo...
Esquecida em celeiro, Ferrari de 1955 pode ser vendida por R$ 14 milhões
Notícias

Esquecida em celeiro, Ferrari de 1955 pode ser vendida por R$ 14 milhões

Com excelente estado de conservação, exemplar raro da Ferrari 250 Europa GT estava guardado em galpão desde a década de 1960

Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

28 de abr, 2021 · 4 minutos de leitura.

Ferrari 250 Europa GT
Exemplar raro da Ferrari que estava guardado em celeiro de fazenda na Califórnia pode valer até R$ 14 milhões em leilão online
Crédito:Brian Henniker/Gooding & Company

A casa de leilões Gooding & Company anunciou o pregão de um raro exemplar da Ferrari que estava esquecido no celeiro de uma fazenda na Califórnia (EUA). A Ferrari 250 Europa GT de 1955 pertence à mesma família desde 1960. Além disso, o cupê rodou somente 33.671 km e teve apenas 43 unidades produzidas. Portanto, a estima-se que o clássico possa ser arrematado pelo equivalente a R$ 14 milhões.

Nas imagens divulgadas pela empresa, dá para perceber que o esportivo da marca italiana não passou por reforma. Nesse sentido, preserva as marcas do tempo, como pontos de ferrugem na carroceria. Do mesmo modo, as fotos do interior mostram que a Ferrari 250 Europa GT ficou bem guardada. Assim, até o porta-documentos original parece estar bem conservado.

Ferrari 250 Europa GT
Brian Henniker/Gooding & Company

Brian Henniker/Gooding & Company

Ou seja, na cabine, carpetes, peças de metal e o volante de madeira estão em excelente estado. Mesmo o revestimento dos bancos e portas feito de couro caramelo aparenta estar pronto para receber o próximo dono. Aliás, ele levará até o manual original junto com o carro. Assim, vai poder desfrutar dos 220 cv gerados pelo motor V12.

Ferrari pertencia à acervo particular

A Ferrari 250 Europa GT que irá a leilão tem câmbio manual e foi feita em 1955 sob encomenda para um empresário italiano. Cinco anos depois, o cupê foi para a Califórnia, após ser comprado pelo engenheiro William Gottwald. O esportivo, então, recebeu a licença norte-americana e rodou até 1966, quando foi "aposentado" por Gottwald e guardado em um galpão.


Ferrari 250 Europa GT
Brian Henniker/Gooding & Company
Ferrari 250 Europa GT
Brian Henniker/Gooding & Company

A família resolveu vender o clássico após a morte de Gottwald, no fim de 2020. E agora pode ficar ainda mais rica, já que a casa de leilões estima que o esportivo receberá lances entre ? 2 milhões e ? 2,6 milhões. Ou seja, entre R$ 10,9 milhões e R$ 14 milhões na conversão direta, sem impostos.


O leilão online da Ferrari 250 Europa GT está marcado para o dia 3 de maio. O celeiro na fazenda de Gottwald guarda outras relíquias de marcas como Ford e Mercury. Além disso, há uma rara Ferrari 212 Inter, também da década de 1950. Todos os carros da coleção do engenheiro estão em ótimo estado de conservação. Bem como quilometragem relativamente baixa.



O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se