Você está lendo...
EUA determinam que carros híbridos e elétricos tenham som de alerta
Notícias

EUA determinam que carros híbridos e elétricos tenham som de alerta

Montadoras terão até setembro de 2020 para se adequar à nova regra, que estabelece que carros emitam algum tipo de ruído a velocidades até 30 km/h

Redação

28 de fev, 2018 · 3 minutos de leitura.

Tesla Model 3/ Divulgação
Crédito:

Veículos híbridos e elétricos não poderão mais ser totalmente silenciosos nos Estados Unidos. O Departamento de Transportes do país determinou que esses carros precisam emitir algum ruído para alertar ciclistas, deficientes visuais e pedestres de uma maneira geral. As montadoras têm até setembro de 2020 para se adequarem às novas regras.

Fabricantes como a Tesla, a Nissan e a GM serão obrigadas a garantir que seus carros produzam algum tipo de ruído a velocidades até 30 km/h. Para velocidades mais altas, o barulho dos pneus, da resistência do vento e outros fatores tornam desnecessária a emissão de um som próprio dos veículos.

A Nissan alegou que um alerta sonoro só seria necessário para até 20 km/h. Porém, a Administração Nacional de Segurança Rodoviária americana (NHTSA), braço do Departamento de Transportes, discorda da montadora e manteve a decisão para até 30 km/h.


Agora, o órgão vai analisar um pedido das fabricantes sobre a inclusão de diversos tipos de alertas sonoros. Desta forma, os proprietários poderiam selecionar o ruído de preferência.

A NHTSA estima que as montadoras gastarão cerca de US$ 40 milhões por ano para adicionar alto-falantes ??externos impermeáveis aos seus veículos. Por outro lado, haverá a economia de US$ 250 milhões a US$ 320 milhões por ano com a redução de acidentes causados por automóveis "silenciosos".

A agência informou que, atualmente, a probabilidade de um veículo híbrido se envolver em um acidente com pedestres é 19% maior que a de carros com motor a combustão. Até setembro de 2019, ou seja, um ano antes do prazo estabelecido para a adequação, 50% dos automóveis já devem ter o dispositivo.


 

VEJA TAMBÉM: OS DEZ CARROS QUE GERAM MAIOR SATISFAÇÃO NOS EUA