Você está lendo...
Ferrari 1967 vai a leilão após quatro décadas
Notícias

Ferrari 1967 vai a leilão após quatro décadas

Ferrari 275 GTB/4 de 1967 teve apenas quatro donos em quase cinco décadas. Agora, pode mudar de mãos

31 de mai, 2016 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

 Ferrari 1967 vai a leilão após quatro décadas
Ao longo de quase 50 anos, Ferrari 275 GTB/4 1967 teve apenas quatro donos. Agora, vai a leilão
Com preços disparando, Ferraris clássicas tendem a trocar de mãos com alguma frequência, e sempre deixando um belo lucro com os antigos donos.

Porém, não foi o que ocorreu com esse modelo. A Ferrari 275 GTB/4 1967 que se vê aqui permaneceu com o mesmo colecionador por mais de quatro décadas, mas agora ela vai ser colocada em leilão.

Seguindo os lendários modelos da série 250, o 275 foi um dos mais icônicos esportivos que saíram de Maranello nos anos 60.

Publicidade


Sob o longo capô, ele tem um 3.3 V12. As linhas curvas da carroceria foram concebidas na prancheta pela Pininfarina, e transformadas em metal pela Scaglietti – dois parceiros de longa data da Ferrari.

Apenas 331 exemplares unidades foram produzidas.

Essa unidade foi vendida por um concessionário Ferrari de Roma em setembro de 1967. Trazia pintura verde e interior de couro preto. Desde então, ela pertenceu a quatro pessoas. O primeiro dono colocou-a à venda dois anos após a compra. Depois, ela foi parar em Nova York. O atual proprietário viu o esportivo anunciado nos classificados do “New York Times”, em meados dos ano 70, e o comprou.


A carroceria foi repintada em outro tom de verde (utilizado pela Cadillac) e o motor foi recondicionado. E, em 1996, a oficina autorizada de Atlanta, nos EUA, fez uma restauração ao custo de cerca de US$ 30 mil (aproximadamente R$ 110 mil), o que representou apenas parte dos US$ 140 mil (R$ 500 mil) dispendidos ao longo da “vida” do carro, segundo os registros de reparos e restaurações que acompanham o automóvel.

Bem próxima de completar 50 anos, a 275 agora encontra-se em consignação na casa de leilões Bonhams. Ela deverá ser oferecida no Concurso de Elegância de Greenwich, em Connecticut (EUA), no próximo final de semana. A expectativa dos leiloeiros é a de que o carro alcance a casa dos US$ 3 milhões (cerca de R$ 11 milhões).

O valor está alinhado com modelos similares vendidos em leilões ultimamente. A única notável exceção, arrematada por mais de US$ 10 milhões (aproximadamente R$ 36 milhões), ocorreu dois anos atrás, em Pebble Beach, e deveu-se ao fato de a unidade ter pertencido a Steve McQueen, que a recebeu durante as filmagens de Bullitt – filme reverenciado pelas imagens de perseguição e pelo Mustang dirigido pelo ator e piloto.



Deixe sua opinião