Ferrari já trabalha em hipercarro para substituir LaFerrari

Novo superesportivo terá foco em baixo peso e comportamento dinâmico apurado. Sucessora da LaFerrari poderá nem ser modelo mais potente da marca

laferrari
Sucessora da LaFerrari será menos complexa Crédito: Ferrari/Divulgação

A Ferrari já começou a desenvolver seu próximo hipercarro, sucessor do icônico LaFerrari. O novo esportivo de topo da marca não deve ser lançado antes de 2022 e será um bocado diferente do carro que vai suceder. Isso porque a Ferrari irá se concentrar em leveza, aerodinâmica e comportamento dinâmico na hora de desenvolver o novo carro.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Em entrevista à revista inglesa Auto Express, o chefe de engenharia da marca Enrico Galliera deu a entender que o novo modelo poderá até mesmo não ser mais potente que a SF90 Stradale. O modelo é a atual Ferrari mais potente em produção, com 1.000 cv. A potência é entregue por um V8 biturbo de 4,0 litros acoplado a mais três motores elétricos.

O movimento contrário à tendência de “guerra pela maior potência” deverá colocar a nova super Ferrari no patamar de um Aston Martin Valkyrie. O foco é mais na precisão ao dirigir do que apenas na potência do motor. Por isso, o novo hipercarro poderá ser tecnicamente menos complexo do que a LaFerrari.

V12 segue firme

Além disso, Galliera confirmou que a Ferrari vai continuar a trabalhar em melhorias para o V12 de 6,5 litros e aspiração natural. A marca deve manter o V12 longe dos motores elétricos em prol do menor peso possível. O maior motor da marca vai continuar recebendo evoluções. Propulsor terá materiais mais leves e sistemas de injeção melhores.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais