Notícias

Fiat inaugura hospital de campanha em Minas Gerais para pacientes com covid-19

FCA cedeu área para abrigar 200 leitos de tratamento para doentes da covid-19. Outro hospital será erguido em Goiana (PE) e engenheiros da marca consertam respiradores pulmonares

Redação

14 de abr, 2020 · 4 minutos de leitura.

covid-19" >
Hospital já tem 120 leitos disponíveis integrados à rede municipal de Betim (MG)
Crédito:FCA/Divulgação
covid-19

A FCA terminou a construção do primeiro hospital de campanha de Minas Gerais, erguido numa área junto à fábrica da marca em Betim (MG). As instalações ocupam dois andares do prédio do Fiat Clube, agora acomodam 200 leitos, 120 já disponíveis para uso. Eles são destinados a pacientes com covid-19 com complexidade baixa e média.

Receba no seu e-mail as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Se casos tratados no hospital evoluírem para gravidade maior, os doentes serão encaminhados para leitos de UTI da rede pública. Os pacientes poderão ser readmitidos no hospital da FCA na fase de recuperação. Oitenta leitos estão sendo preparados para receber esses pacientes. A Fiat também vai levantar outro hospital com 100 leitos nas instalações da marca em Goiana (PE).

CURTA O CANAL DO YOUTUBE DO JORNAL DO CARRO

A marca ainda cedeu uma Ducato ambulância para transportes de pacientes para dentro e fora do hospital de campanha. Segundo a Secretaria de Saúde de Minas Gerais, até esta segunda-feira (13) eram 815 casos confirmados da doença no estado. Até o momento, 23 pessoas já morreram por causa das complicações geradas pela covid-19, seis delas na capital Belo Horizonte. Há mais de 60 mil casos suspeitos.

Covid-19 gerou mais ações

A empresa também doou 100 protetores faciais plásticos para uso do Instituto Médico Legal (IML) do estado. Eles serão usados por médicos, peritos e auxiliares durante execução de procedimentos e manuseio de material biológico.

Os protetores são produzidos na fábrica da marca, que direcionou impressoras 3D para produção das máscaras. A fábrica também capacitou 18 engenheiros nas fábricas de Betim e Goiana para consertar respiradores pulmonares fora de uso nos dois estados. Um mapeamento revelou que há 335 aparelhos inoperantes em Minas Gerais e 275 em Pernambuco que poderão ser consertados pelos engenheiros da Fiat.

Além da Fiat, outras montadoras abriram suas fábricas para o conserto de respiradores. Honda, GM, Toyota, Renault e Scania também estão recebendo os equipamentos parados para manutenção. Todas passaram por adaptações para atender às especificações sanitárias para este tipo de serviço, bem como ferramental adequado para consertar os equipamentos.

Fiat Cronos 1.3
Oferta exclusiva

Fiat Cronos 1.3