BYD Shark
Placa Verde/Instagram/Reprodução

Flagra: picape BYD Shark é clicada em rodovia de SP e chega no 2º semestre

Picape média da BYD, Shark tem conjunto híbrido e está próxima do lançamento, previsto para acontecer já no segundo semestre

Por Rodrigo Tavares 19 de jun, 2024 · 4m de leitura.

A BYD prepara a chegada de mais um lançamento ao Brasil. Depois do sedã híbrido King, agora é a vez da picape média Shark, que foi apresentada globalmente no México, recentemente, e agora, foi flagrada em testes no Brasil. Com lançamento previsto para acontecer entre agosto e setembro, terá como diferencial a motorização híbrida, por exemplo. O flagra vem do perfil Placa Verde no Instagram.

Híbrida, ela tem dois motores elétricos, junto do conjunto a combustão: na dianteira, o quatro cilindros 1.5 turbo de 194 cv, e um elétrico de 231 cv de potência e 21,4 mkgf de torque. Sob o eixo traseiro está o segundo motor, também elétrico de 204 cv de potência e 36,7 mkgf de torque. Sua potência combinada está nos 480 cv, e o torque, não divulgado, deve ser na casa dos 70 mkgf.

BYD Shark tem alcance elétrico de 100 km

BYD Shark
BYD/Divulgação

A BYD Shark não teve dados de consumo revelados, mas o que se sabe é que promete 840 km de alcance combinado, no modo híbrido. No modo elétrico, entretanto, seu alcance é de 100 km. Na picape, os mostradores ficam na tela de LCD com 10,25 polegadas, enquanto no centro do painel a tela giratória de 10,8″ concentra as funções multimídia.

Além disso, o motorista conta ainda com Head-Up display. Em compensação, a Shark vem com Wi-Fi 5G integrado e assistente virtual. Pode-se acionar com um “Hi BYD”, e pedir, por exemplo, para abrir e fechar vidros, ligações por celular, acionar navegação, ar-condicionado e ventilação, entre outras funções.

BYD
BYD/Divulgação

A média da BYD mede 5,46 metros de comprimento, 1,97 m de largura, 1,92 m de altura e 3,26 m de entre-eixos. Seu peso é de 2.665 kg, com caçamba de 1.400 litros. Sua capacidade de reboque é de 2.500 kg, menor que a Ford Ranger V6, de 3.000 kg, por exemplo.

Cotada para produção no Brasil, ela pode chegar inicialmente importada, por exemplo. Estima-se que seu preço final esteja por volta dos R$ 300 mil.

Jornal do Carro também está no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Como é acelerar o novo Ford Mustang GT Performance

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.