Você está lendo...
Para o Google, este Porsche 911 da terceira geração é 'excessivamente sexy'
Notícias

Para o Google, este Porsche 911 da terceira geração é 'excessivamente sexy'

Inteligência artificial do buscador confunde bancos de couro na cor laranja com pessoa nua e sinaliza conteúdo como sexualmente explícito

Marcio Ishikawa, especial para o Jornal do Carro

12 de fev, 2022 · 4 minutos de leitura.

Google confunde bancos com pessoa nua

Não é raro chamar um carro que consideramos muito bonito de "sensual". Ou dizer que ele tem um design "sexy". As fabricantes também usam desse expediente: a atual linguagem de design da Hyundai se chama Sensuous Sportiness (esportividade sensual). No entanto, ao menos para o Google, este Porsche 911, customizado pela preparadora alemã Strosek, extrapolou todos os limites. Suas fotos foram consideradas como "material sexualmente explícito".

Evidentemente, tudo não passou de um erro dos algoritmos da inteligência artificial do Google. Dentre outras coisas, o sistema efetua uma "leitura" das imagens para fazer tal tipo de sinalização. O fato ocorreu há alguns dias, quando o site Carscoops publicou as imagens do carro. Ao mesmo tempo, segundo o site, o Google não explicou qual foi exatamente o problema.

Google confunde bancos de couro com pessoa nua
Divulgação/Strosek

Mas o problema, pelo jeito, estava nas fotos do interior do veículo. Isso porque os bancos de couro são da cor laranja e remetem a uma tonalidade de pele humana. Dessa forma, provavelmente foram "vistos" como uma pessoa nua. Bastou que o Carscoops deletasse as fotos do interior para que o buscador deixasse de indicar a existência de conteúdo explícito.

O carro

O carro em questão é o Strosek Mega 30, baseado em um Porsche 911 da terceira geração (hoje o icônico modelo está em sua oitava geração) todo customizado. O veículo original foi produzido entre 1989 e 1993, sob o codinome 964, como é chamado pelos entusiastas da marca. A releitura preparada é uma série limitada de 30 unidades com o intuito de homenagear o Mega 30 produzido pela Strosek três décadas atrás. 

Google confunde bancos com corpo humano
Divulgação/Strosek

Ele usa um kit de carroceria modificado, com parachoques dianteiro e traseiro personalizados, asa removível e saias laterais. Bem como faróis de LED com luzes diurnas integradas ao pára-choque e pneus Michelin Pilot Sport 4S. O conjunto de rodas remetem aos icônicos Fuchs de cinco raios. O motor é um boxer 3.6 de 296 cv, com embreagem e central eletrônica atualizadas. Além disso, conta com novos suportes de motor e novo sistema de escape e catalisador. 

Já o interior, o "xis" da discórdia, é totalmente personalizado. Os bancos são da Recaro e o volante, da Momo. O painel tem acabamentos em fibra de carbono, enquanto o forro de teto, acabamento em Alcantara. A alavanca de câmbio é personalizada, assim como o conjunto de pedais.

O Strosek Mega 30 està à venda no Mohr Group, loja especializada em modelos exóticos e de colecionadores, de Munique, na Alemanha. O preço? "Módicos" 300 mil euros.




O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião