Notícias

Hacker furta Jeep Wrangler com laptop

Vídeo mostra ladrão "digital" usando um computador para acessar a eletrônica do jipe e sair com o carro

07 de jul, 2016 · 3 minutos de leitura.

Hacker furta Jeep Wrangler com laptop
Crédito:Vídeo mostra ladrão "digital" usando um computador para acessar a eletrônica do jipe e sair com o carro
Ladrão no ato do furto

Assim como as tecnologias de segurança mudam, os ladrões também. De armas de fogo, eles passaram a usar computadores, seja para roubar um banco ou um carro. Em Houston, no Texas, uma câmera flagrou um furto no qual o ladrão leva um Jeep Wrangler usando um laptop para acessar a eletrônica do veículo.

O carro estava parado na rampa de acesso de uma casa. O ladrão levou poucos minutos para conseguir ligar o veículo e sair. A polícia da cidade acredita que o método é o mesmo utilizado em outros casos de furto de Wrangler e Cherokee. A polícia diz que a imagem não mostra, mas segundos antes um parceiro do ladrão abre o capô do veículo, sem indicar ao certo o motivo.

Uma fonte ligada a FCA (Fiat Chrysler) acredita que o furto foi concebido com o uso de uma ferramenta que apenas os concessionários tem acesso, que permite parear um novo código do alarme ao carro, eliminando o antigo e dando acesso ao veículo.

Uma pesquisa do New York Times mostra que os furtos de veículos caíram cerca de 96% desde 1990, mas que recentemente foi notado um crescimento nas taxas novamente, o que levou as montadoras e fornecedores a reforçar seus esforços para criar uma eletrônica mais confiável e difícil de ser invadida. Veja o vídeo:


Ladrão no ato do furto

Assim como as tecnologias de segurança mudam, os ladrões também. De armas de fogo, eles passaram a usar computadores, seja para roubar um banco ou um carro. Em Houston, no Texas, uma câmera flagrou um furto no qual o ladrão leva um Jeep Wrangler usando um laptop para acessar a eletrônica do veículo.

O carro estava parado na rampa de acesso de uma casa. O ladrão levou poucos minutos para conseguir ligar o veículo e sair. A polícia da cidade acredita que o método é o mesmo utilizado em outros casos de furto de Wrangler e Cherokee. A polícia diz que a imagem não mostra, mas segundos antes um parceiro do ladrão abre o capô do veículo, sem indicar ao certo o motivo.

Uma fonte ligada a FCA (Fiat Chrysler) acredita que o furto foi concebido com o uso de uma ferramenta que apenas os concessionários tem acesso, que permite parear um novo código do alarme ao carro, eliminando o antigo e dando acesso ao veículo.

Uma pesquisa do New York Times mostra que os furtos de veículos caíram cerca de 96% desde 1990, mas que recentemente foi notado um crescimento nas taxas novamente, o que levou as montadoras e fornecedores a reforçar seus esforços para criar uma eletrônica mais confiável e difícil de ser invadida. Veja o vídeo: