Você está lendo...
HPE suspende produção dos SUVs Outlander Sport e Jimny em Catalão (GO)
Mercado

HPE suspende produção dos SUVs Outlander Sport e Jimny em Catalão (GO)

HPE nega fim da produção do Mitsubishi Outlander Sport e do velho Suzuki Jimny, e diz que estuda ajustes para adequar SUVs ao Proconve L7

Diogo de Oliveira

02 de fev, 2022 · 5 minutos de leitura.

Mitsubishi HPE
Mitsubishi Outlander Sport, evolução do ASX, deixa de ser feito em Catalão (GO)
Crédito:Mitsubishi/Divulgação

A HPE Automotores do Brasil, representante das marcas Mitsubishi Motors e Suzuki Veículos no País, confirmou nesta quarta-feira (2) ao Jornal do Carro que suspendeu temporariamente a produção dos modelos Outlander Sport e Jimny na fábrica de Catalão, em Goiás. O motivo são os novos limites de emissões e parâmetros estabelecidos pelo Proconve L7.

Em vigor desde 1º de janeiro deste ano, a fase 7 do Programa de Controle de Emissões de Poluentes por Veículos Automotores endureceu as regras para os modelos 0-km. Tal como o Jornal do Carro reportou em dezembro, vários carros e motores veteranos serão aposentados neste ano pelas marcas, por, então, excederem os limites mais rigorosos.

Esse é o caso, por exemplo, do Fiat Uno, um ícone nacional da marca italiana, que se despediu com a série derradeira, Uno Ciau. Na maioria dos casos, seria necessário fazer um investimento para atualizar motor e outras partes do veículo. Porém, segundo a HPE Automotores, Outlander Sport e Jimny poderão ter os ajustes para cumprir o Proconve L7.


No comunicado oficial, a montadora afirma que "trabalha para o atendimento da nova regulamentação de emissões PL7". Bem como lembra que o Jimny Sierra já cumpre as novas regras. Contudo, com a idade avançada, os dois modelos não deverão durar muito tempo em linha, nem mesmo se a HPE decidir retomar a produção de ambos.

jimny
Suzuki/Divulgação

Marcas têm até junho para cumprir novas regras

Com a pandemia e seus desafios, como a escassez de chips, o governo brasileiro deu um prazo extra para as montadoras cumprirem os novos requisitos do Proconve L7. Dessa forma, os carros 0-km feitos nas especificações anteriores poderão ser comercializados até 1º de junho. É quando a HPE diz que terá ajustado os SUVs dentro das regras.


A HPE, portanto, vai aproveitar a exceção. A representante da Mitsubishi e da Suzuki diz que há estoque suficiente para Outlander Sport e Jimny até a eventual retomada da produção na fábrica goiana. Resta saber, contudo, se o investimento será feito. Nas vendas, a dupla já não responde por volume que justifique a aposta. Assim, o mais provável é que não retornem.



Novo ASX vem aí

Com ou sem o Outlander Sport em linha, o fato é que a Mitsubishi já tem no horizonte um futuro mais promissor. Tal como antecipamos no Jornal do Carro, os próximos carros da marca japonesa irão compartilhar plataforma e motores com modelos da Renault e da Nissan. Essa "fusão" das gamas das marcas se dará nos próximos 8 anos e renderá 35 lançamentos.

Para o Brasil, o mais importante deles será certamente o novo ASX, previsto para estrear já em 2023. O SUV médio-compacto renascerá em nova geração sobre a base do Renault Captur europeu, que é diferente do brasileiro feito sobre a arquitetura do Duster. O uso da plataforma da francesa também vai eletrificar o utilitário Mitsubishi.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Mitsubishi L200 Triton Sport GLS
Oferta exclusiva

Mitsubishi L200 Triton Sport GLS