Você está lendo...
Jaguar Land Rover cria oficina de restauração na fábrica de Itatiaia
Antigos

Jaguar Land Rover cria oficina de restauração na fábrica de Itatiaia

Com capacidade para receber até 12 veículos das marcas inglesas, unidade de restauração é a primeira da empresa na América Latina

Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

11 de mai, 2021 · 6 minutos de leitura.

Oficina de restauração JLR
Jaguar Land Rover inaugura uma inédita oficina de restauração de veículos clássicos na fábrica de Itatiaia com Defender 110 de 1996
Crédito:Jaguar Land Rover/Divulgação

A Jaguar Land Rover acaba de lançar no Brasil uma inédita oficina de restauração para veículos clássicos das marcas inglesas. A nova unidade fica na fábrica de Itatiaia, no sul do Rio de Janeiro. Lá foi feito um espaço com 900 m² para receber até 12 modelos simultaneamente. São 6 baias individuais, área de desmonte, oficina de motores e pintura.

A restauração de clássicos por especialistas das marcas é um serviço comum na Europa. Sobretudo com modelos de luxo de Ferrari, Lamborghini, Porsche e da própria Jaguar Land Rover. Entretanto, a oficina no Brasil é a primeira da empresa na América Latina.

Oficina de Restauração JLR
Jaguar Land Rover/Divulgação

?O local foi estrategicamente pensado, de modo que podemos contar com toda a estrutura e a experiência da nossa unidade no Rio de Janeiro", conta Oscar Neto, diretor da fábrica da JLR em Itatiaia. Para Neto, um diferencial do serviço são as peças originais e genuínas das marcas.

Defender 1996 já está restaurado

O primeiro veículo reconstruído pela oficina de restauração em Itatiaia foi um Land Rover Defender 110 de 1996. O SUV teve toda a parte externa, o interior, bem como a mecânica totalmente recuperados. Antes de iniciar o processo, a equipe entrevistou o cliente. Dessa maneira, pode entender as particularidades do carro, a sua história e as preferências na restauração.


?Entendemos que os clássicos da Jaguar Land Rover têm histórias únicas e relacionadas a experiências vividas por seus donos", pontua Wiliam Oliveira, gerente da clínica. Para o executivo, o trabalho cuidadoso também visa, dessa forma, preservar essas histórias.

Oficina de restauração JLR
Jaguar Land Rover/Divulgação

Para atrair clientes, a Jaguar Land Rover oferece uma visita guiada na fábrica. Esta incluí, claro, as instalações da clínica de restauração. Os interessados podem acessar o site oficial, bem como entrar em contato com as montadoras pelo telefone (21) 97251-2963 ou ainda pelo e-mail clinicaderestauracao@jaguarlandrover.com.


A oficina de restauração da JLR começa a operar oficialmente neste mês de maio. Por ora, a montadora não diz quantos clássicos estima recuperar neste primeiro ano da operação. Entretanto, por ser única na América Latina, é possível que a clínica receba até carros vindos do exterior. Isso, claro, quando a pandemia da Covid-19 perder força.

Oficina de restauração JLR
Jaguar Land Rover/Divulgação

Fábrica de Itatiaia resiste

No fim de 2020, a Mercedes-Benz anunciou o fechamento da fábrica de Iracemápolis, no interior de São Paulo. Dessa forma, a marca alemã deixou de produzir carros no Brasil pela segunda vez. A saída repentina da Mercedes acabou lançando dúvidas quanto à manutenção de outras fábricas de carros de luxo. Dentre elas, a da JLR em Itatiaia.


Com a clínica de restauração de clássicos, a Jaguar Land Rover rechaça a possibilidade de fechar a unidade. E também inaugura um novo setor na unidade que pode ser rentável. A montadora não anunciou valores, até porque cada carro é um caso. Nas imagens divulgadas, os SUVs antigos da Land Rover parecem bastante surrados após anos de uso.

Jaguar Land Rover/Divulgação

Contudo, o serviço da JLR promete deixar os clássicos com aparência de novos. Não só a carroceria, que conta com uma cabine de pintura de alta performance, mas também o interior. O resultado pode ser visto na imagem do painel do Defender 110 restaurado. O SUV 4x4 parece até exalar cheiro de carro zero km, com um painel impecável.


As marcas não falam sobre quanto tempo, em média, leva uma restauração. No entanto, a julgar pela aparência do Defender azul da foto acima, é provável que o processo exija paciência. Além de recuperar o chassi, o interior é refeito, bem como a parte elétrica e a mecânica. Além disso, é preciso esperar pelas peças, que vêm do exterior.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se