Redação:

Jaguar vai interromper produção do I-Pace

Marca precisará parar produção por falta de fornecimento de baterias para modelo elétrico. I-Pace é produzido na Áustria

i-pace
I-Pace está à venda no Brasil desde 2019 Crédito: Jaguar/Divulgação

A Jaguar vai interromper a produção do elétrico I-Pace a partir da próxima segunda-feira (17). O problema está na falta de fornecimento de baterias para o modelo. A marca inglesa usa baterias produzidas pela LG Chem na Polônia. Além da Jaguar, Audi, Land Rover e Mercedes-Benz também estão com problemas no suprimento de baterias para seus modelos.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

O problema já foi levantado pela revista alemã Manager Magazin, afirmando que as outras três montadoras também precisaram rever planos de produção. O gargalo na produção da LG Chem está em problemas no controle de qualidade das peças produzidas na Polônia.

O I-Pace é produzido em Graz, na Áustria, pela Magna Steyr. Segundo um porta-voz da Jaguar Land Rover, “a marca está trabalhando com o fornecedor para resolver o problema e minimizar os impactos para os consumidores”.

I-Pace não é único com problemas

A Mercedes-Benz encerrou 2019 com muito menos EQC entregues do que o previsto. A causa é justamente o fornecimento irregular de baterias pela LG Chem. A Mercedes chegou a afirmar que a fábrica da LG na Polônia não era capaz de entregar células de baterias com qualidade consistente.

A Jaguar vem tentando ampliar sua cadeia de fornecedores de baterias desde 2018. A marca assinou na época um acordo com a Samsung SDI para comprar 5 GWh em 21.700 células de baterias entregues por ano. A Samsung produz baterias na Hungria.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais