Você está lendo...
Jeep Commander é revelado por completo
Lançamentos

Jeep Commander é revelado por completo

Estratégia de lançamento a conta-gotas é usada pela Jeep para aguçar a curiosidade dos possíveis compradores que, finalmente, podem ver o carro por fora e por dentro

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

17 de ago, 2021 · 8 minutos de leitura.

Jeep
Jeep Commander tem faróis full LEDs, caixa de rodas proeminentes e teto em tom preto
Crédito:Jeep/Divulgação

O Jeep Commander teve a primeira imagem revelada lá no comecinho de abril. Assim, já dava para ver as semelhanças com o Grand Cherokee. De lá para cá, surgiram novas informações sobre o SUV inédito. No dia 26 de agosto, o carro de sete lugares vai ser apresentado à imprensa. Ele será rival de modelos como o argentino Toyota SW4, o mexicano Volkswagen Tiguan Allspace e companhia. No fim da noite desta segunda-feira (16), a marca revelou por completo o carro que será feito em Goiana (PE).

Inicialmente, as imagens em 3D mostravam detalhes externos. Por exemplo, dava para ver as letras "E" e "R" no primeiro vídeo. Assim, o nome inteiro e a silhueta só apareceram no segundo. Por sua vez, o interior foi mostrado apenas no terceiro vídeo. Seja como for, agora a carroceria foi totalmente desvendada. Nas imagens abaixo, dá para ver todos os detalhes do Jeep Commander pela primeira vez.

Publicação feita pelo Jornal do Carro no fim de junho traz um flagrante feito por um leitor que já mostrava vários outros detalhes do SUV de sete lugares. Destaque para o conjunto óptico dianteiro com iluminação full LEDs e a grade com sete fendas, uma das marcas registradas da Jeep. Agora, com o carro totalmente revelado, ficam evidentes as setas dinâmicas (as luzes se acendem em sequência), a logomarca e o nome do carro com detalhes em tom de cobre.


Outros detalhes do SUV da Jeep

Nas laterais, as colunas são largas, há vincos bem marcados e as caixas das rodas são bastante proeminentes. Aliás, as rodas têm desenho exclusivo, que lembra duas estrelas sobrepostas. Porém, a Jeep ainda não revelou detalhes do novo Commander. Por exemplo, não há informações sobre as medidas de rodas e pneus.

Jeep
Jeep/Divulgação

Atrás, as lanternas são estreitas, têm formato horizontal e avançam sobre a tampa do porta-malas. Seja como for, a capacidade do bagageiro também não foi divulgada. Porém, como especificado na tampa, o modelo revelado é da versão Overland, que deverá ser a de topo da gama do novo Jeep Commander.


Feito na fábrica do Grupo Stellantis em Goiana (PE), de onde será exportado para outros países latino-americanos, o Jeep Commander utiliza a base small wide, que serve aos "irmãos" Compass e Renegade, e à "prima" Fiat Toro. Porém, será o SUV com mais recursos tecnológicos em produção na América Latina.

Por dentro do Commander

Aliás, na parte interna o utilitário vai trazer algumas das novas tecnologias e recursos de segurança presentes no novo Compass. Uma delas vai ser a plataforma de conectividade Adventure Intelligence. Nela, há uma série de serviços a bordo e remotos, assim com wi-fi nativo e conexão 4G. Bem como recursos de inteligência artificial. Controle de velocidade adaptativo com frenagem automática em caso de risco de acidente também estão na lista. Assim como assistente de saída involuntária de faixa e aviso de ponto-cego.

Jeep
Jeep/Divulgação

O novo Jeep Commander tem ainda: identificação de placas de trânsito, assistente de estacionamento e detector de fadiga do motorista. Bem como faróis com ajuste automático dos fachos alto e baixo. No mais, há saídas de ar-condicionado e porta USB também para os passageiros da parte de trás.

Além disso, o carro terá volante multifuncional. Bem como painel digital e configurável. Por sua vez, a tela da central multimídia flutuante deve ter 10,1 polegadas. Aliás, no painel o acabamento tem dois tipos de material: couro preto e suede marrom com costuras Burnished Cooper. Por sua vez, os bancos são de couro marrom e têm detalhes de suede marrom e bordados no encosto. No descansa-braços, há a inscrição "Jeep 1941".

Sistema híbrido leve e motor 1.3 turbo

Além disso, o novo SUV de sete lugares da Jeep terá motor 2.0 turbodiesel com aproximadamente 200 cv. Haverá sistema híbrido leve. Ou seja, isso explica os cerca de 30 cv a mais ante o motor Multijet de 170 cv e 35,7 mkgf utilizado no Compass.


Nesse sentido, o modelo terá conjunto elétrico reforçado de 48V. Como resultado, isso reduz o nível de emissões e melhora o desempenho. Portanto, o sistema deverá gerar torque de cerca de 40 mkgf. Seja como for, o câmbio deverá ser o automático de nove marchas e a tração será 4x4. Ou seja, trata-se dos mesmos recursos do Compass a diesel.

Jeep
Jeep/Divulgação

No intuito de oferecer uma opção mais competitiva diante da concorrência, o novo SUV da Jeep também deverá ter, a exemplo do Compass, versões com o novo motor T270 1.3 turbo flexível. Ou seja, trata-se de um quatro-cilindros que gera até 185 cv de potência e torque de 27,5 mkgf. Nesse caso, o câmbio será automático de seis velocidades.


Desenvolvido no Polo Automotivo de Betim (MG), em parceria com o Polo Automotivo de Goiana (PE), o Jeep Commander é o único SUV de grande porte projetado no Brasil. O lançamento comercial, por fim, deve ocorrer juntamente com a apresentação à imprensa. Ou seja, no dia 26 de agosto. Assim, a marca deverá revelar todos os demais detalhes do novo carro, como preços e especificações técnicas.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se