Você está lendo...
Kia abre linha de montagem no Uruguai
Mercado

Kia abre linha de montagem no Uruguai

Por meio do importador brasileiro, José Luiz Gandini, a marca sul-coreana está inaugurando uma fábrica no país vizinho, para montar o caminhão pequeno Bongo. As atividades começam no fim do mês, com 42% de peças produzidas no Mercosul

12 de ago, 2010 · 4 minutos de leitura.

 Kia abre linha de montagem no Uruguai


Unidade no país vizinho é para o caminhão Bongo K2500 (Foto: Divulgação)

Unidade no país vizinho é para o caminhão Bongo K2500 (Foto: Divulgação)

Tião Oliveira

Montevidéu - Por meio do importador brasileiro, José Luiz Gandini, a Kia está inaugurando uma fábrica na capital do Uruguai, Montevidéu, para montar o caminhão pequeno Bongo K2500, na versão de entrada, com tração 4×2 e rodado simples. As atividades começam no fim do mês, com 42% de peças produzidas no Mercosul. Para 2012, a expectativa é de aumentar esse índice para 60%.


A produção começará no fim deste mês, ao ritmo de 15 unidades por dia, 330 ao mês. Em janeiro, a toada deverá aumentar para 25 exemplares/dia, 550/mês. O preço do Bongo uruguaio deverá ser o mesmo do sul-coreano. A montadora alega que a ausência do imposto de importação (de 35%) é anulada pelos custos de nacionalização.

Segundo a Kia, não existe previsão de montar carros de passeio por lá. O objetivo inicial da empreitada é alimentar o mercado brasileiro, pois as linhas de produção atual do Bongo, na Coreia do Sul e Vietnã, estão no limite máximo. Num primeiro momento, 95% dos caminhões serão destinados ao Brasil e o restante, Uruguai. Mais tarde, outros países do Mercosul serão abstecidos. A iniciativa de Gandini, que agora acumula as presidências da Kia no Brasil e Uruguai, exigiram o investimento de US$ 25 milhões.

Trata-se de uma parceria com a Nordex, empresa que já monta caminhões da francesa Renault e da chinesa Dongfeng. Segundo a Kia, o trabalho lá não é só uma operação de CKD (sigla inglesa para completamente desmontado), na qual se montam todas as peças, oriundas de outro país. Além de componentes como pneus e bateria serem brasileiros (há também itens de outros países do Mercosul), pintura e solda são realizadas no local.


Com capacidade de carga e carroceria de 1.812 kg, o Kia Bongo K2500 tem motor turbodiesel com intercooler, de 4 cilindros e 8 válvulas. A potência é de 94 cv e o torque, de 22,4 mkgf. O câmbio é manual, de cinco marchas.

Viagem feita a convite da Kia


Deixe sua opinião