Você está lendo...
Koenigsegg mostra conjunto elétrico que vai equipar o hipercarro Gemera
Notícias

Koenigsegg mostra conjunto elétrico que vai equipar o hipercarro Gemera

Usado para acelerações e baixas velocidades, Quark promete picos de 335 cv e 61 mkgf; propulsor da Koenigsegg tem só 30 kg

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

06 de fev, 2022 · 4 minutos de leitura.

Koenigsegg
Conjunto é composto por motor elétrico Quark, inversor de torque de carboneto de silício e engrenagens
Crédito:Koenigsegg/Divulgação

A Koenigsegg criou o motor elétrico Quark EV que, em breve, vai equipar o hipercarro Gemera. Surpreendentemente leve e compacto, com apenas 30 kg, ele é produzido com materiais como aço aeroespacial e fibra de carbono. Segundo a marca sueca, o novo motor se beneficia de características como fluxo radial, para densidade de potência, quanto axial, que enfatiza o torque, e não teria perda de energia.

Koenigsegg/Divulgação

Em números, o pequeno motor elétrico é capaz de gerar potência de até 335 cv e 61 mkgf de torque máximo. A Koenigsegg garante que é o motor elétrico com melhor relação torque-potência-peso da indústria. Entretanto, esses números duram por cerca de 20 segundos, nas acelerações. Após esse pico, os números baixam para 136 cv e 25,4 mkgf, respectivamente.


Potência vai além

Achou muito? Pois o hipercarro sueco vai contar com duas unidades do Quark. A dupla é parte de um conjunto batizado de Terrier, que, além dos dois motores, abrange inversor de torque e engrenagens planetárias. Em síntese, serão 680 cv e 112 mkgf para mover o modelo. O conjunto pesa total apenas 84 kg. Bem menos que um motor 1.0, por exemplo.

Koenigsegg
Koenigsegg/Divulgação

"O motor a combustão se concentra na faixa de alta velocidade. Em termos de desempenho, significa para o Gemera um enorme aumento de potência seguido por um contínuo impulso de velocidade recorde até 400 km/h, sem perda de torque ou potência", diz Dragos-Mihai Postariu, chefe de design de motores elétricos da Koenigsegg, em nota. Aliás, a saber, o Quark EV tem acionamento direto e não precisa de câmbio.


O objetivo da montadora era produzir um motor elétrico potente e leve para embalar o Gemera e enfrentar os carros mais rápidos do mundo. Assim, esse objetivo não está tão longe, afinal, como diz o ditado: "os melhores perfumes estão nos menores frascos". Em síntese, conforme dá para notar nas imagens, o motor tem apenas o dobro do tamanho de uma lata de 330 ml de bebida.

Koenigsegg
Koenigsegg/Divulgação

A Koenigsegg planeja disponibilizar o Quark em outras aplicações que vão além de carros elétricos. A ideia é, portanto, incluí-lo em uso aeroespacial e até marítimo.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião