Você está lendo...
Lamborghini Huracán Tecnica estreia nos EUA com motor V10 de 640 cv
Notícias

Lamborghini Huracán Tecnica estreia nos EUA com motor V10 de 640 cv

Superesportivo apresentado em evento particular nos EUA tem propulsor derivado do Huracán STO; novo Lamborghini vai de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

24 de abr, 2022 · 5 minutos de leitura.

Lamborghini
Modelo ainda tem preço e data de chegada ao mercado mantidos em sigilo pela Lamborghini; superesportivo tem rodas de 20 polegadas
Crédito:Lamborghini/Divulgação

Durante um evento privado em Nova York (Estados Unidos), a Lamborghini apresentou o Huracán Tecnica. Trata-se do mais recente (e último) exemplar da gama dez cilindros da marca italiana. O modelo chega, portanto, para concorrer com o Porsche 911 GT3 e companhia. Preços não foram mencionados, entretanto, deverão ser mais brandos que o da versão topo STO, voltada às pistas.

O motor do Huracán Tecnica deriva do Huracán STO. São, portanto, 640 cv extraídos do conhecido motor 5.2 V10 naturalmente aspirado. Em síntese, 30 cv a mais que o Huracán Evo Rear-Wheel Drive (RWD, ou tração traseira, em português). O trem de força entrega 57,6 mkgf a 6.500 rpm de torque máximo - às rodas de trás. Todo esse ímpeto, afinal, é contido por meio de freios carbono-cerâmica.

Com tais números, portanto, o superesportivo vai de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos. A velocidade máxima fica em 325 km/h. Desse modo, o Tecnica conta com câmbio de dupla embreagem de 7 marchas.


O sistema LDVI, em suma, adapta o comportamento do automóvel para proporcionar a melhor dinâmica de condução. Tem, dessa maneira, modificações no sistema de controle eletrônico de tração e de estabilidade, além de ajustes específicos na suspensão. Sistema de vetorização de torque e nível de esterço da roda traseira também integram o pacote. Dependendo do modo de condução selecionado (Strada, Sport ou Corsa), há calibragem diferente para motor, chassi, transmissão e até saídas de escape.

Lamborghini
Lamborghini/Divulgação

Por fora e por dentro

O modelo, que marcará a despedida da atual geração do Huracán, todavia, ficará posicionado entre o Huracán Evo e a versão de topo STO. Esteticamente, destaque para o tom verde. No mais, tem novo para-choque, faróis com assinatura em "Y" e ausência de entrada de ar no teto - como visto no STO.


A imponente asa traseira também ficou de fora no Tecnica. Redesenhada, a parte de trás do Tecnica tem ponteiras de escape hexagonais. A efeito de comparação, tem 6 cm a mais que o Huracán Evo.

"O novo Huracán Tecnica incorpora a evolução avançada da eficiência técnica da família Huracán e também está equipado com uma aerodinâmica extraordinária. Tem capacidade para oferecer maior desempenho, estabilidade e facilidade de uso. Essas qualidades o tornam um carro ideal e versátil para dirigir tanto na estrada quanto na pista. Uma verdadeira homenagem à pureza técnica da combustão interna da Lamborghini", frisou Stephan Winkelmann, presidente e CEO da Automobili Lamborghini.

Lamborghini/Divulgação

Por dentro, a esportividade exala pelos poros. A princípio, tem diversos comandos que mesclam o analógico e o digital (como quadro de instrumentos, por exemplo). Os bancos esportivos têm aba e revestimento em alcântara. A central multimídia HMI tem Apple CarPlay, Android Auto e Amazon Alexa. Fibra de carbono não poderia faltar e compõe várias partes da carroceria, como o capô, por exemplo.

O lançamento teve como palco os Estados Unidos, justamente, pela representatividade da marca no país. Por lá, foram vendidos 2.472 Lamborghini em 2021. O número, em síntese, expressa aumento de 11% em relação a 2020.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se