Emily Nery, para o Jornal do Carro

08/01/2021 - 10 minutos de leitura.

Mais vendidos de 2020: veja os 10 SUVs que mais brilharam no último ano

No categoria que equivale a 32,7% do mercado automotivo, confira quais foram os 10 SUVs mais vendidos em 2020

vendas
EM 2020 T-CROSS É O PRIMEIRO SUV A LIDERAR OS EMPLACAMENTOS Crédito: VW/DIVULGAÇÃO
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Embora o ano de 2020 tenha sido extremamente desafiador para o setor automotivo, foi o momento em que os SUVs tomaram o protagonismo no mercado. Por um mês, o Volkswagen T-Cross chegou a ser o mais vendido dos 30 dias. Com novos modelos nas concessionárias e anúncios de produtos inéditos para 2021, confira os 10 utilitários esportivos que mais venderam em 2020 de acordo com a Fenabrave:

10º – Volkswagen Nivus

Em pouco tempo, o Nivus fez história. Estreando no final de junho, ele teve praticamente a metade do tempo de seus concorrentes para alavancar no ranking. O SUV com estilo cupê ficou posiciona abaixo do T-Cross, oferecendo mais tecnologia, contudo menos espaço do que seu irmão (veja o comparativo dos dois modelos aqui).

Como nem tudo são flores, o Nivus sofreu com a sequência de aumentos de preço da Volkswagen. Ele chegou no mercado a partir de R$ 85.990 e agora não sai por menos de R$ 90.890. O utilitário vendeu 16.278 unidades e só em dezembro chegou a emplacar 4.129 veículos.

9º – Renault Duster

Renault-Duster-frontal
Novo Renault Duster 2021. Foto: Victor Eleutério / La Imagem / Renault

A linha 2021 do SUV da Renault chegou junto com o início da quarentena e trouxe atualizações no visual e principalmente na cabine. Embora a montadora francesa chame a atualização de nova geração, ela não passa de uma massiva evolução estética do SUV. Decerto, a nova geração entrará em produção só em 2024.

Mas parece que a mudança de meia vida deu certo. Apesar do ano atípico, o Duster registrou vendas melhores do que 2017. Em 2020, foram 19.476 unidades emplacadas ante a 17.638 emplacamentos em 2017. Em dezembro, foram 3.110 veículos que saíram das concessionárias.

8º – Ford Ecosport

O veterano pode até ter perdido seus dias de protagonismo há anos, todavia, o Ecosport se garante como um dos SUVs mais longevos do Brasil. Oferecendo um dos preços mais competitivos de sua categoria, o utilitário esportivo conseguiu emplacar 24.031 unidades em 2020.

Se a parceria com da Ford com a Mahindra poderia significar a aposentadora do Ecosport em troca de um sucessor indiano, os planos foram por água abaixo. O fim de relacionamento das duas empresas, anunciado há poucos dias, pode indicar mais alguns anos do utilitário esportivo raiz no mercado.

7º – Honda HR-V

Honda
Honda/Divulgação

O Civic pode até ser o mais conhecido (e antigo), mas o veículo que mais vende da Honda é o HR-V. Ele já foi o queridinho dos motoristas de SUVs por alguns anos, mas a chegada de novos concorrentes dificultou sua vida.

Por a partir de R$ 106.800, o HR-V trocou de linha no final do ano passado enquanto espera pela chegada da nova geração. Nos últimos 12 meses, a montadora japonesa emplacou 32.511, desses, 3.691 saíram só em dezembro. No último ano em que liderou o ranking, em 2016, o montante de veículos vendidos ultrapassava 55 mil.

6º – Nissan Kicks

kicks
NISSAN/DIVULGAÇÃO

Decerto que o ano para o SUV compacto da Nissan foi bem diferente do astronômico 2019. Na época, o modelo ficou na 4ª posição com mais de 56 mil carros emplacados. Em 2020, suas vendas somaram um pouco mais de 36.400 unidades.

O provável motivo? A suspensão das vendas para PcD, um dos maiores públicos do utilitário. De fato, logo no começo desse ano a reestilização do Kicks chegará ao Brasil e promete trazer uma mudança visual principalmente na dianteira.

5º – Hyundai Creta

Os mais vendidos de 2020
Hyundai/Divulgação

No ano em que o SUV chegou as 200 mil unidades produzidas no Brasil, ele desce uma posição no ranking dos SUVs em comparação a 2019. Isto é, cerca de 10 mil unidades a menos de um ano para o outro – de 57.460 para 47.757 em 2020.

Para driblar a quarentena, a Hyundai investiu em vendas remotas e até em uma nova versão para o Creta, a Smart Plus. Ela aposta em tecnologias e dispõe de controle de estabilidade e de tração, sinalização de frenagem de emergência, assistente de partida em rampa, e controlador de velocidade. Além disso, o volante é multifuncional e há sensores de estacionamento traseiro

4º – Chevrolet Tracker

A nova geração do Tracker estreou junto com o início da pandemia no Brasil. Mesmo assim, o SUV conseguiu passar pelo olho do furação e crescer nas vendas. Inicialmente, a GM ofereceu o modelo em cinco versões, das quais três dispunham do motor 1.2 turbo de 133 cv.

Eis que, em setembro, a fabricante optou por tornar a configuração de topo Premier exclusiva do motor 1.2 turbo. O restante ficou com o motor 1.0 de 116 cv, herdado do Onix. Posteriormente, a Chevrolet anunciou a chegada do Tracker RS, variante esportivada que carrega o motor que fez falta nas outras versões. Entretanto, a mudança não desaminou a clientela do Tracker, cujo emplacamento chegou a 49.372 unidades neste ano.

3º – Jeep Compass

Jeep-Compass-tras

Os clientes fiéis do Compass não o deixaram na mão, mesmo prestes a ganhar uma reestilização em 2021, no qual trará até um novo motor. O SUV médio da Jeep subiu da tabela e não sai por menos de R$ 130.690. Mesmo assim, conseguiu chegar a marca de 52.966 unidades emplacadas no período de 12 meses.

Contudo, é bom ele se preparar ou últimos dias de pouca concorrência. Isto porque o mercado ganhará dos SUVs médios para acirrar a disputa neste segmento – o Volkswagen Taos e o Toyota Corolla Cross.

2º – Jeep Renegade

compra de 2020
JEEP/DIVULGAÇÃO

Neste ano, a montadora norte-americana resolveu reforçar a presença da motor a diesel do Renegade e lançou a Moab, versão a diesel de entrada. Na contramão, os planos da Jeep ainda incluem trazer uma versão eletrificada do Renegade para o Brasil.

Sem grandes atualizações e com as vendas para o público PcD suspensas, o jipe terminou o ano atrás de seu maior rival. Contudo, reunindo bom números de vendas, como faz há anos. Foram 56.865 unidades emplacadas, cerca de 12 mil jipes a menos do que 2019.

1º – Volkswagen T-Cross

2020
FOTO DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Mesmo com reajustes de preços frequentes, o T-Cross foi o primeiro SUV a liderar o ranking de vendas mensal no País, desbancando Onix e HB20. Desde 2019 no mercado, o modelo sai por R$ 94.590 (na versão com câmbio manual) e vai até R$ 124.450. Assim como o Renegade, o T-Cross teve suas vendas para PCD suspensas neste ano, sem previsão para voltar.

De qualquer forma, o SUV emplacou 60.119 veículos, o que demonstrou uma participação de 11,38% no segmento.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais