Mercado

Mercedes-Benz de R$ 9,5 milhões? Veja os carros mais caros à venda no Brasil

Repleto de modelos com motor V8, Brasil conta com lista de carros caros que ultrapassam os sete dígitos; opções partem de R$ 3 milhões

Jady Peroni, Especial para o Jornal do Carro

01 de set, 2021 · 11 minutos de leitura.

G800 Brabus CR7" >
Fazendo parte da coleção do Cristiano Ronaldo, o G800 Brabus está na faixa de R 3,4 milhões aqui no Brasil
Crédito:Divulgação/Strasse

Alta do dólar, falta de peças e o avanço da tecnologia são alguns dos fatores que vem influenciando no aumento dos preços dos carros no Brasil. Por isso, dizer que os veículos 0-km estão caros já se tornou comum. Contudo, os números podem ser ainda mais altos quando se trata de modelos destinados à pequena parcela de milionários no País.

O Jornal do Carro já chegou a montar uma lista com os carros luxuosos com preços de R$ 1 milhão ou mais. Inclusive, é um mercado que anda bem aquecido nos últimos tempos. No entanto, agora, trazemos uma lista de esportivos a luxuosos que partem do valor inicial de R$ 3 milhões. Confira abaixo alguns dos carros mais caros que avançam nos sete dígitos.

1) Ferrari Roma – R$ 3,3 milhões

Ferrari Roma caros
Ferrari/Divulgação

Revelado na capital italiana no final de 2019, o Ferrari Roma chegou ao Brasil em junho de 2021 como o novo modelo de entrada do portfólio da marca. As duas primeiras unidades vieram nas cores vermelho Rosso Corsa e azul Blu Roma.

O cupê 2+ (dois lugares na cabine com um pequeno espaço atrás dos bancos) é equipado com um motor V8 turbo de 3.9 litros que gera 620 cv de potência, 77,4 kgfm de torque e traz o câmbio de dupla embreagem e 8 marchas. Ou seja, tem a mesma mecânica que move o SF90 Stradale, primeiro híbrido da Ferrari, com exatos 1.000 cv.

Nesse sentido, por conta do equipamento e da relação peso/potência de só 2,37 kg/cv, a Ferrari Roma acelera de zero a 100 km/h em 3,4 segundos, e chega a 200 km/h em 9,3 s. Do mesmo modo, ainda sobre o desempenho, a velocidade máxima é de 320 km/h. 

Em tecnologia, é possível dizer que o cupê traz inovação para o universo da marca. Ele tem painel de instrumentos digital e traz uma tela multimídia vertical inédita. Além disso, o sistema reúne praticamente todos os comandos do carro, como o ar-condicionado. Inclusive, podemos dizer que é um arranjo bem próximo ao usado pela McLaren.

De acordo com a Vila Itália, distribuidora oficial da Ferrari no Brasil, as unidades do Roma que vêm ao País trazem 99% dos opcionais. Ou seja, o comprador pode escolher dentre 26 cores na cartela, além dos detalhes dos bancos, painéis e carpete.

2) G800 Brabus – R$ 3,4 milhões 

Divulgação/Strasse

Com base no jipão Mercedes-Benz G63, o G800 Brabus eleva o nível de potência de um 4×4 a 800 cv, e entrega um torque brutal de quase 102 mkgf. Desempenho que cativou, até mesmo, o astro do futebol, Cristiano Ronaldo, que adquiriu o modelo. No Brasil, o SUV chegou com todas as possibilidades de configurações pela Strasse, nossa filial da Brabus.

Além da força, a importadora faz questão de trazer melhorias no modelo original. Nela, a aceleração de zero a 100 km/h é feita em 4 segundos. Já a velocidade máxima é de 240 km/h, algo pouco comum em SUVs voltados ao 4×4, mesmo entre modelos de luxo. Nesse sentido, a potência só é possível graças aos ajustes no motor V8 biturbo de 4.0 litros.

Mas não é só. O G800 Brabus tem diferenças aerodinâmicas e estéticas. As modificações incluem novos para-choques, caixas de rodas maiores e saídas de ar laterais, além de nova grade no radiador. O SUV ainda pode receber um jogo de rodas de liga leve de 23 ou de 24 polegadas. Já na parte interna, o acabamento em couro vermelho também permite customizações.

Assim, o preço desse G800 Brabus não é barato. Os valores partem de R$ 2,6 milhões e podem alcançar os R$ 3,4 milhões. Isso porque depende da configuração escolhida pelo cliente.


Continua depois do anúncio

3) McLaren 765LT – R$ 5 milhões

McLaren 765LT
Edison Carvalho/McLaren

No primeiro semestre de 2021, a McLaren São Paulo, importadora da marca britânica no País, anunciou a chegada de duas das cinco unidades do cupê 765LT para o mercado brasileiro. Segundo a revendedora, os modelos foram personalizados pelos donos, que já garantiram a reserva, claro. Isso porque, além de limitada, a série tem algumas exclusividades.

Apesar de custar mais de R$ 5 milhões, o cupê é o McLaren mais veloz da história. Nesse sentido, dispensa até equipamentos básicos, como ar-condicionado, que é opcional.

De acordo com a importadora, o superesportivo leva 2,8 segundos para arrancar até 100 km/h, e 7,2 segundos para chegar aos 200 km/h. Já a aceleração de zero até 300 km/h é feita 18 segundos, abaixo, portanto, do McLaren Senna, supercarro feito em homenagem ao piloto brasileiro tricampeão da Fórmula 1Ayrton Senna. A máxima é de 330 km/h.

Esse poder de aceleração vem do motor 4.0 V8 biturbo a gasolina, que é instalado em posição central-traseira. O propulsor, assim, gera 765 cv de potência a 7.500 rpm, com um torque máximo de 81,5 kgfm a 5.500 rotações. A tração é somente traseira e o motor trabalha com um câmbio de dupla embreagem e 7 marchas.

4) Ferrari SF90 Stradale – R$ 6,9 milhões

Ferrari SF90 Stradale chega ao Brasil
Leo Sposito/ Divulgação

Disponível no Brasil desde março de 2021, o Ferrari SF90 Stradale traz como principal inovação a mecânica híbrida. O modelo é o primeiro superesportivo eletrificado de série da marca. O valor? Salgados R$ 6,9 milhões de reais.

Sua mecânica conta com três motores elétricos que se combinam ao poderoso 4.0 V8 biturbo a gasolina. Assim, o conjunto pode gerar simplesmente 1.000 cv. São quatro motores no total, e dois deles, 100% elétricos, tracionam as rodas dianteiras. Enquanto o conjunto alimentado com bateria produz 220 cv de força, o pulsante V8 biturbo acrescenta 780 cv de potência, chegando, assim, aos 1.000 cv.

Além da potência colossal, o SF90 Stradale traz uma bateria de 7,9 kwh que, quando carregada, permite o supercarro rodar até 25 km utilizando apenas a eletricidade. Ainda, o supercarro da Ferrari oferece quatro modos de condução: eDrive (elétrico puro), Hybrid, Performance e Qualify, que faz referência à Fórmula 1 e tem indicação para uso em circuitos.

5) G63 Brabus 900 Rocket Edition – R$ 9,5 milhões

Caros G900 Rocket
Divulgação/Strasse

A Strasse, filial da Brabus no Brasil, também trouxe ao Brasil neste ano o poderoso Brabus 900 Rocket Edition. Trata-se do veículo mais caro à venda no País. Também feito sobre o jipe Classe G63, o SUV com preparação evidentemente se sobressai em relação ao Mercedes-AMG, que já é a versão mais bruta do Classe G.

Com apenas 25 unidades produzidas, o jipão de luxo da Brabus está mais para um velocista. E traz um V8 4.5 biturbo de 900 cv e 127,5 kgfm de torque. Por isso, é o 4×4 mais potente do mercado. De acordo com a marca, o SUV atinge os 100 km/h em 3,7 segundos e chega à máxima de 280 km/h. Ou seja, apesar de ser um SUV, tem desempenho de esportivo.

Além das melhorias já vistas no G800, o Rocket 900 recebeu aperfeiçoamentos exclusivos. Dentre eles, estão o conjunto de rodas de 24 polegadas, os discos de freio de carbono-cerâmica e o sistema de suspensão exclusivo.

Por fim, mas não menos importante, há o sistema de escape de aço inoxidável que faz o motor roncar ainda mais alto. O que pode ser uma maravilha aos ouvidos dos donos.

Quem se interessar pelo G900 Rocket ainda terá uma vasta cartela de opções de customização. Mas vale lembrar que, em questão de valores, o SUV começa em R$ 9,5 milhões e pode subir ainda mais de valor, de acordo com os ajustes escolhidos.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se