Mercedes-Benz terá só carros elétricos até 2039

Novo CEO do Grupo Daimler anunciou que todos os carros de passeio da marca serão elétricos em 20 anos

daimler
MERCEDES-BENZ EQC É O PRIMEIRO ELÉTRICO DA MARCA Crédito: MERCEDES-BENZ/DIVULGAÇÃO

O Grupo Daimler, controlador da Mercedes-Benz está passando por mudanças. Além da substituição do CEO com a saída de Dieter Zetsche e ascensão de Ola Kallenius, a marca estipulou uma meta para a introdução de veículos 100% elétricos em todo o grupo.

Até 2039, ou seja, em 20 anos, todos os veículos de passeio do grupo Daimler deverão ser elétricos. O projeto é que um ciclo de três gerações de produtos, todos os automóveis oferecidos pela marca sejam de emissão zero.

Para isso, o plano da Daimler inclui um passo intermediário. Até 2030, 50% dos veículos do grupo serão do tipo híbrido plug-in, que pode ser carregado por uma tomada, e a outra parte já elétricos. A marca já descontinuou o compacto Smart com motor a combustão, por exemplo.

O primeiro elétrico já foi apresentado, é o EQC. O modelo foi mostrado na Suécia com dois motores elétricos, um em cada eixo, e 407 cv de potência. Ele tem baterias com 80 kWh de capacidade e autonomia de cerca de 320 quilômetros. Segundo a marca, uma recarga de 10% para 80% de capacidade leva 40 minutos.

Além disso, a marca confirmou que trabalha também na eletrificação dos veículos pesados e comerciais, como caminhões, ônibus e vans. Por fim, mantém o investimento em diferentes fontes de energia, como o conceito GLC F-CELL, movido a célula de hidrogênio, que é transformada em energia elétrica.

VEJA IMAGENS DO MERCEDES-BENZ EQC, PRIMEIRO ELÉTRICO DA MARCA:

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais